Virgil van Dijk entrega donativo de €100.000 da UEFA ao CICV

Virgil van Dijk entregou um donativo da UEFA para contribuir para a missão do CICV de reunir famílias separadas por conflitos armados e outras situações de violência.

Virgil van Dijk has presented a €100,000 cheque to the International Committee of the Red Cross (ICRC) on behalf of UEFA.

A UEFA assinalou, esta terça-feira, a apresentação da nova causa de reunir famílias apanhadas em conflitos armados e outras situações de violência com Virgil van Dijk, defesa do Liverpool, a entregar um cheque de €100.000 ao Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

Van Dijk recebeu o cheque em Anfield das mãos de Michele Uva, vice-presidente da UEFA, antes do encontro entre Liverpool e Bayern Munique a contar para a primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League do. O donativo foi entregue a Martin Schüepp, Diretor Regional Adjunto do CICV para a Europa e Ásia Central.

Van Dijk foi escolhido para entregar o cheque depois de ter sido eleito pela primeira vez para a Equipa do Ano de 2018 dos adeptos do UEFA. O defesa foi finalista da UEFA Champions League de 2018, com o Liverpool, mas não impediu o triunfo do Real Madrid, em Kiev.

“Considero que é muito importante, porque não penso que existam muitas outras organizações que façam este trabalho. Acredito que é um bom projecto para apoiar", afirmou o holandês.

“A família é a coisa mais importante do mundo, no final do dia queremos todos estar juntos, estar com a família. As crianças querem estar com os pais e também com as mães. É especial que o CICV esteja a fazer isto e devemos encorajar as pessoas a ajudar”.

Van Dijk, pai orgulhoso de duas meninas, acrescentou que seria difícil para ele equacionar separar-se da família.

"Não consigo imaginar não poder ver as minhas filhas ou que possam estar num qualquer local sem eu saber", afirmou o defesa de 27 anos. “Não consigo imaginar e espero nunca ter de imaginar isso, mas, como já disse, é muito importante que o CICV ajude essas famílias.”

Em 2018, o CICV reuniu 1000 familiares, mais de 800 dos quais eram crianças. No entanto, com conflitos armados a afectarem milhões de pessoas em todo o mundo, o CICV está perante o desafio permanente de reunir famílias separadas pela violência.

"No momento lidamos com mais de 100.000 pessoas desaparecidas em todo o mundo. O reunir de famílias é tão importante para nossa missão humanitária quanto fornecer comida, abrigo ou água. Trabalhamos em situações de conflito armado, outras situações de violência e de migração em todo o mundo, frequentemente ouvimos as pessoas dizerem que a prioridade máxima é descobrirem se os seus entes queridos estão seguros", explicou Schüepp.

"A UEFA é um parceiro importante e saber que este donativo vai ajudar a reunir famílias separadas pelo conflito e pela violência é encorajador para continuar este trabalho fundamental, assim como a parceria com a UEFA."

Nesta parceria que dura há mais de 20 anos, a UEFA doou mais de 3,5 milhões de euros ao CICV para ajudar pessoas desfavorecidas em todo o mundo.

Topo