Aleksander Čeferin reeleito Presidente da UEFA até 2023

O 43º Congresso Ordinário da UEFA, realizado hoje em Roma, Itália, reelegeu por unanimidade Aleksander Čeferin como Presidente da UEFA para o período 2019-23.

Aleksander Čeferin foi reeleito como Presidente da UEFA
Aleksander Čeferin foi reeleito como Presidente da UEFA ©UEFA.com

008 – Apresentada estratégia da UEFA 2019-24: "Juntos pelo Futuro do Futebol”

O 43º Congresso Ordinário da UEFA, realizado hoje em Roma, Itália, reelegeu por unanimidade e aclamação Aleksander Čeferin como Presidente da UEFA para o período 2019-23.

No discurso de tomada de posse, o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, afirmou:

"Durante este próximo mandato, vamos trabalhar juntos para garantir que o futebol europeu continua unido, que o futebol europeu continua a ser respeitoso, respeitável e respeitado e que o futebol europeu continua a demonstrar solidariedade e a trazer esperança."

"Ao colocar o respeito, a esperança e a solidariedade no centro da nossa estratégia, vamos intensificar esforços para desenvolver o futebol em todos os países, centrando atenções no futebol de 'raízes' e na formação."

A Estratégia da UEFA "Juntos pelo Futuro do Futebol foi apresentada ao Congresso da UEFA. Abrange o período compreendido entre 2019 e 2024 e foi elaborada depois de consulta às federações nacionais europeias, às ligas e aos organismos representativos de clubes e jogadores. Foi concebida para garantir que a UEFA se mantém fiel aos seus valores fundamentais enquanto organismo responsável pelo futebol europeu e que está em posição de fomentar iniciativas e programas progressistas a implementar nos próximos cinco anos.

A estratégia baseia-se em quatro pilares principais: manter o futebol em primeiro lugar, construir confiança, assegurar competitividade e aumentar a prosperidade.

O Presidente da UEFA informou também os delegados que a UEFA vai lançar a uma plataforma OTT própria nos próximos seis meses.

Noutros assuntos eleitorais, Florence Hardouin, de França, foi reeleita por aclamação para um mandato de quatro anos no lugar feminino do Comité Executivo da UEFA.

Foram igualmente realizadas eleições para sete lugares no Comité Executivo da UEFA para o período de 2019-23, e os seguintes membros foram (re)eleitos para mandatos de quatro anos:

Primeira votação (maioria absoluta - mais da metade dos votos válidos)

Sándor Csányi, Hungria, 49

Luis Rubiales, Espanha, 47 (novo)

Davor Šuker, Croácia, 47 

Fernando Gomes, Portugal, 45

Jesper Møller Christensen, Dinamarca, 40 (novo)

Armand Duka, Albânia, 36 (novo)

Andrii Pavelko, Ucrânia, 27 (novo)

--------------------------------------------

• Borislav Mihaylov, Bulgária, 25

• Elvedin Begić, Bósnia e Herzegovina, 15

Kairat Boranbayev (Cazaquistão) retirou a candidatura antes das eleições.

Na sua reunião constitutiva pós-Congresso, o Comité Executivo da UEFA nomeou Sándor Csányi (Hungria) como vice-presidente da UEFA em substituição de Grigoriy Surkis, que está de saída. Sándor Csányi foi igualmente reeleito no Congresso, por unanimidade, como vice-presidente da FIFA para o período 2019-23.

O cargo de vice-presidente da FIFA reservado às quatro federações britânicas (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales) foi eleito para o período de 2019-23 com os seguintes resultados:

Clarke Greg (Inglaterra) 37

---------------------------------------------

• Martin David (Irlanda do Norte) 18

Foi reeleito por aclamação um membro europeu do Conselho da FIFA para o período de 2019-23:

• Reinhard Grindel, Alemanha

Dois membros europeus do Conselho da FIFA foram eleitos por aclamação para o período de 2019-21:

• Fernando Gomes, Portugal

• Georgios Koumas, Chipre

O Congresso da UEFA também tomou as seguintes decisões:

• Nasser Al-Khelaifi foi ratificado como representante da Associação Europeia de Clubes (ECA) no Comité Executivo da UEFA;

• Foi concedida filiação honorária a Grigoriy Surkis, que se reformou do Comité Executivo da UEFA;

• O relatório anual de 2017/18, os relatórios financeiros de 2017/18 e o orçamento de 2019/20 foram aprovados;

• Petra Stanonik Bošnjak, Thomas Cayol, Polly Handford e Antonio García Alcaraz foram ratificados como novos membros dos Órgãos de Administração da Justiça.

O próximo Congresso Ordinário da UEFA está marcado para 3 de Março de 2020, em Amesterdão, Holanda.

Reunião do Comité Executivo da UEFA de 6 de Fevereiro

O Comité Executivo da UEFA também se reuniu em Roma a 6 de Fevereiro e decidiu aumentar o número de participantes para a fase final do Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA 2019-21 - que vai decorrer na Hungria e na Eslovénia em Junho de 2021 - de 12 a 16 equipas.

Esta mudança de formato vai permitir que mais países se qualifiquem para a fase final deste campeonato de alto nível e que proporciona uma experiência valiosa a jovens jogadores promissores e às suas equipas.

O Comité Executivo da UEFA aprovou também o regulamento da UEFA Champions League de 2019-20, da UEFA Europa League, da UEFA Women’s Champions League, da UEFA Futsal Champions League, da UEFA Youth League e da SuperTaça Europeia de 2019.

Topo