Câmara Adjudicatória do CFCB toma decisão sobre o AC Milan

A Câmara Adjudicatória do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) tomou uma decisão sobre o caso do Milan.

©UEFA.com

A Câmara Adjudicatória do Comité de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) tomou uma decisão no caso do AC Milan, após a decisão do colectivo do Tribunal Arbitral do Desporto (CAS) no inquérito CAS 2018 / A / 5808 AC Milan vs UEFA. em remeter a questão para o CFCB para imposição de uma medida disciplinar adequada devido à violação do Regulamento de Licenciamento de Clubes e Fair Play Financeiro da UEFA, especialmente no requisito do equilíbrio de gestão.

Assim, se o clube não atingir o equilíbrio até 30 de Junho de 2021, será impedido de participar na próxima competição de clubes da UEFA para a qual se qualifique nas épocas 2022/23 e 2023/24. O clube terá igualmente retidos 12 milhões de euros de receitas da UEFA pela participação na UEFA Europa League 2018/19 e não poderá inscrever mais de 21 jogadores nas competições da UEFA nas épocas 2019/20 e 2020/21.

Esta decisão pode ser alvo de recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto, conforme estipulado no Artigo 34(2) das regras processuais pelas quais o Comité de Controlo Financeiro de Clubes da UEFA se rege, assim como nos Artigos 62 e 63 dos Estatutos da UEFA.

Topo