Luto pela morte do dono do Leicester City

Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, afirmou que a UEFA e o futebol europeu estão "imensamente tristes" depois da trágica morte do proprietário do Leicester City, Vichai Srivaddhanaprabha, num acidente de helicóptero no sábado.

Vichai Srivaddhanaprabha perdeu a vida num trágico acidente
Vichai Srivaddhanaprabha perdeu a vida num trágico acidente ©Getty Images

A UEFA e o futebol europeu manifestaram as mais profundas condolências ao Leicester City pela morte trágica do líder máximo do clube, Vichai Srivaddhanaprabha, no sábado, num acidente de helicóptero junto ao estádio do clube da Premier League. O tailandês de 61 anos foi um dos três passageiros que perdeu a vida, juntamente com dois tripulantes.

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, manifestou as suas condolências: "A UEFA e o futebol europeu estão imensamente tristes com a trágica morte do proprietário do Leicester City, Vichai Srivaddhanaprabha, e das outras quatro pessoas que também perderam a vida".

"Durante o período em que foi proprietário do clube, o Leicester City conquistou o título da Premier League em 2016 e atingiu os quartos-de-final da UEFA Champions League no ano seguinte, depois de ter vencido o grupo".

"Foi uma proeza fantástica, veio sublinhar que o futebol é um jogo imprevisível, capaz de produzir as surpresas mais inesperadas. Todos as pessoas próximas do Leicester City, especialmente os adeptos do clube, partilharam uma alegria inesquecível com a proeza da equipa".

"Prestamos as nossas condolências à família do Sr. Srivaddhanaprabha e ao Leicester City neste momento triste".

O empresário tailandês comprou o Leicester em 2010 e era muito popular entre os adeptos, tendo sido o grande responsável pelo sensacional triunfo do clube na Premier League em 2015/16.

Na época seguinte o Leicester fez uma excelente campanha até aos quartos-de-final da UEFA Champions League. Os ingleses começaram por vencer o grupo com 13 pontos, deixaram o Sevilha pelo caminho nos oitavos-de-final, mas não conseguiram ultrapassar o Club Atlético de Madrid na ronda seguinte.

Este domingo foi respeitado um minuto de silêncio em todos os jogos da Premier League.

Topo