UEFA Nations League com verbas aumentadas

Os 55 participantes na UEFA Nations League vão ter direito a verbas superiores de bónus de desempenho e pagamentos de solidariedade.

O troféu da UEFA Nations League
O troféu da UEFA Nations League ©Getty Images

A UEFA anunciou que vai aumentar os pagamentos para actual edição da UEFA Nations League, que começou em Setembro. Assim, haverá um aumento de 50 por cento em pagamentos de solidariedade aos 55 países que participam na competição.

Fase de grupos - pagamento de solidariedade           Original               Aumento Novo                         
Liga A €1,5m          €750.000 €2,25m
Liga B €1m €500.000 €1,5m
Liga C €750.000 €375.000 €1,125m
Liga D €500.000 €250.000 €750.000

Os vencedores de grupos nas Ligas A, B, C e D também são beneficiados, com cada um a receber um aumento de 50 por cento em bónus de desempenho.

Fase de grupos - pagamentos adicionais aos vencedores Original       Aumento       Novo                        
Liga A €1,5m
€750.000
€2,25m
Liga B €1m €500.000 €1,5m
Liga C €750.000 €375.000 €1,125m
Liga D €500.000 €250.000 €750.000

A quantia máxima em pagamentos de solidariedade e bónus de desempenho para uma equipa na Liga A é de €4,5 milhões, seguindo-se €3 milhões para uma equipa da Liga B, €2,25 milhões para uma da Liga C e €1,5 milhões para uma da Liga D. 

Os quatro vencedores de grupos na Liga A vão disputar o troféu da UEFA Nations League em Junho de 2019. Os seguintes aumentos em pagamentos de solidariedade para estas quatro equipas serão definidos à parte:

Fase final                         Original                      Aumento       Novo                               
Vencedor €4,5m €1,5m €6m
Finalista vencido €3,5m €1m €4,5m
Terceiro classificado €2,5m  €1m  €3,5m 
Quarto classificado €1,5m €1m €2,5m 

Isto significa que o vencedor da UEFA Nations League, terminada a fase final, receberá €10,5 milhões. 

A UEFA Nations League, que começou em Setembro, foi criada após a UEFA receber reacções de federações, treinadores, jogadores e adeptos, que cada vez mais partilhavam da opinião que os jogos amigáveis não proporcionavam competitividade suficiente às selecções.

A decisão de aumentar os pagamentos de solidariedade e bónus de desempenho foi tomada pelo Comité Executivo da UEFA e tornada possível pela sólida situação financeira da UEFA. Isso deveu-se, em parte, ao facto de os valores ganhos com o UEFA EURO 2016 terem sido colocados de lado para investimentos futuros.

Topo