Responsabilidades dos clubes para com o respeito

A mensagem da UEFA para os clubes presentes nos sorteios incidiu na responsabilidade de respeitar o futebol e seus valores, que advém de participar nas melhores provas europeias.

Gianni Infantino discursa durante o sorteio
Gianni Infantino discursa durante o sorteio ©UEFA.com

A UEFA incitou os clubes que participam na UEFA Champions League e a UEFA Europa League esta época a mostrar respeito pelo jogo e pelos seus valores.

O secretário-geral da UEFA, Gianni Infantino, recordou aos clubes os seus deveres durante o sorteio da terceira pré-eliminatória, realizado na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, esta sexta-feira.

Infantino começou por sublinhar a responsabilidade que advém do privilégio de jogar na UEFA Champions League. "Espero que estejam todos orgulhosos do feito de alcançar esta magnífica competição," afirmou. "A UEFA Champions League é actualmente considerada como a principal competição de clubes a nível mundial – proporcionando regularmente grandes jogos, momentos mágicos e, acima de tudo, apresentando aos adeptos os melhores jogadores do planeta, semana sim, semana não", disse.

"Mas, por outro lado, isto significa que também têm o dever de respeitar a competição e as suas regras e os seus regulamentos. Especialmente nestes tempos de incerteza, com rumores e contra-rumores em relação à viciação de resultados que afectam alguns dos campeonatos europeus. É mais importante do que nunca mostrar algum respeito – respeito pelo jogo, pelos outros, pelos árbitros, pelos adversários, e mais importante que tudo, pelos adeptos. São eles a essência deste desporto fantástico, sem os quais estaríamos perdidos."

Os representantes dos clubes em cada um dos sorteios desta sexta-feira ouviram o secretário-geral a reiterar a "tolerância-zero" da UEFA em relação a todos os envolvidos em actividades ilegais, como manipulação de resultados e corrupção. Infantino disse que qualquer um considerado culpado iria enfrentar duras penalizações por parte do organismo que gere o futebol europeu.

"Deixem-me aproveitar esta oportunidade para, mais uma vez, lembrar a todos a importância e valorização que damos ao respeito aqui na UEFA," disse a todos os presentes no sorteio da UEFA Europa League. "Com os novos e mais rígidos regulamentos disciplinares, aprovados pelo Comité Executivo da UEFA em Junho, não vamos hesitar em castigar severamente qualquer indivíduo ou grupo, clubes ou árbitros, cujo envolvimento em actividades ilegais do género seja comprovado", concluiu Infantino.

"A nossa política é, e continuará a ser, de tolerância zero em relação a qualquer actividade ilegal que ameace a modalidade. E todos nós devemos trabalhar juntos para assegurar que este compromisso é cumprido."

Topo