Receitas divididas com os clubes

Os 56 clubes que participaram na primeira edição da UEFA Europa League receberam quase 135 milhões de euros em resultado do sistema de distribuição de receitas da UEFA.

O Atlético de Madrid bateu o Fulham e tornou-se no primeiro clube a vencer a UEFA Europa League
O Atlético de Madrid bateu o Fulham e tornou-se no primeiro clube a vencer a UEFA Europa League ©Sportsfile

A UEFA distribuiu um total de 134.960,000 euros pelas equipas que participaram na época passada na UEFA Europa League, recompensando os clubes com as receitas geradas pela nova competição europeia de futebol.

De acordo com o sistema de distribuição da UEFA, os quase 135 milhões de euros de financiamento que foram gerados pelos marketing centralizado da UEFA Europa League foram redistribuídos pelas 48 equipas que participaram a partir da fase de grupos, assim como pelos oito clubes que só iniciaram a participação nos 16 avos-de-final, depois de terem sido relegados da fase de grupos da UEFA Champions League.

O organismo responsável pelo futebol europeu confirmou que o Club Atlético de Madrid recebeu 6.358,740 de euros da UEFA pela carreira desde os 16 avos-de-final até à final de Hamburgo, onde se tornou no vencedor da primeira edição da UEFA Europa League.

O Fulham FC, que perdeu por 2-1 na final após prolongamento, recebeu 10.010,114 de euros pela carreira europeia. O clube inglês iniciou a sua participação ainda antes da fase de grupos, enquanto que a equipa espanhola de Simão Sabrosa só começou a jogar na fase eliminar, pois foi transferida da UEFA Champions League.

O prémio monetário atribuído aos 56 clubes que disputaram a edição inaugural da UEFA Europa League ascendeu a quase 135 milhões de euros. Nessa verba, 80.960,000 de euros resultaram de receitas comerciais, que foram conseguidas devido à exploração dos direitos de transmissão e de marketing. Estas receitas foram usadas para pagamentos de prémios de participação e de desempenho.

Os restantes 54 milhões de euros tiveram origem nas receitas de televisão e foram repartidos de acordo com uma série de factores, incluindo o valor proporcional do mercado televisivo nacional de cada um dos clubes. O Fulham recebeu 4,8 milhões de euros de prémios devido aos resultados e 5,2 milhões devido às verbas televisivas.

As equipas foram os principais beneficiários do sistema marketing centralizado que é utilizado na nova competição a partir da fase de grupos. Cada um dos 48 clubes recebeu um prémio de participação de 600,000 euros, mais 50,000 euros por cada jogo disputado na fase de grupos, o que totalizou mais 300,000 euros. Também foram pagos prémios de desempenho, com cada vitória na fase de grupos a valer 120,000 euros e um empate a implicar um prémio de 60,000 euros.

O apuramento para os 16 avos-de-final implicou um prémio de 180,000 euros a cada equipa, com a passagem às rondas seguintes a ser recompensada com as seguintes verbas: 270,000 euros nos oitavos-de-final, 360,000 euros nos quartos-de-final e 630,000 euros nas meias-finais. O Atlético recebeu três milhões de euros por ter conquistado o troféu a 12 de Maio, no norte da Alemanha, enquanto o Fulham teve direito a dois milhões como finalista vencido.

Topo