UEFA divulga resultados de estudo sobre infra-estruturas de treino e investimento na formação

Os pagamentos de solidariedade da UEFA aos clubes, que na última década ultrapassaram mil milhões de euros, formam uma grande parte dos orçamentos para o desenvolvimento jovem. Este novo relatório oferece uma perspectiva única sobre como os clubes o usam para o seu desenvolvimento a longo-prazo e sustentabilidade na estratégia operacional.

A UEFA divulga hoje um novo relatório interactivo que oferece uma perspectiva única sobre infra-estruturas de treino e investimento na formação na Europa. Com o impacto da pandemia COVID-19 a lançar dúvidas sobre o futuro das finanças do futebol, desenvolvimento jovem de elevada qualidade e investimento em infra-estruturas para apoiar o desenvolvimento dos jogadores é sem dúvida mais importante do que nunca.

O Relatório sobre Infra-estruturas de Treino e Investimento Jovem da UEFA apresenta uma análise alargada sobre mais de 950 instalações de treino utilizadas por 673 clubes no futebol europeu, com os dados a serem recolhidos pelo Centro de Informação da UEFA ao longo do último ano.

Adicionalmente, há informação sobre o desenvolvimento de jovens e investimento na formação por parte dos clubes de primeira divisão, parcialmente financiado pela UEFA através dos pagamentos de solidariedade aos clubes, bem como uma análise por país, que proporciona informação localizada para clubes, comunicação social e adeptos.

Descarregue aqui o relatório completo (apenas inglês)

Principais evidências

- O orçamento total anual estimado dos orçamentos para desenvolvimento jovem nos clubes europeus de primeira divisão em 2020 é de 870 milhões.

- Na última década, o total dos pagamentos de solidariedade, destinados ao desenvolvimento jovem, distribuídos a equipas que não participam nas competições da UEFA ultrapassa os mil milhões de euros. Numa base anual, mais do que triplicou nos últimos dez anos, de 43 milhões em 2008/09 para 139 milhões em 2018/19.

- Um total de 1629 clubes receberam verbas dos fundos de solidariedade da UEFA na última década.

- Cinquenta e três clubes de primeira divisão (em 33 países) inauguraram novos centros de treino nos últimos dois anos, e actualmente pelo menos mais 27 estão em fase de desenvolvimento.

- O investimento dos clubes europeus de primeira divisão em infra-estruturas de treino ao longo dos últimos cinco anos ultrapassou os mil milhões de euros.

- Setenta e seis por cento dos clubes com futebol feminino usam a mesma infra-estrutura para o trabalho da equipa masculina e feminina.

Aumentar padrões

O Feyenoord é um de 53 clubes que inauguraram um novo centro de treinos nos últimos dois anos
O Feyenoord é um de 53 clubes que inauguraram um novo centro de treinos nos últimos dois anos

Uma das principais funções da UEFA como organismo gestor do futebol europeu é ajudar a aumentar os padrões de qualidade dentro e fora do relvado.

Infra-estruturas de treino e academias de formação representam o pilar do ecossistema do futebol europeu, ainda mais à luz da pandemia COVID-19 e o impacto que está a ter nas instituições futebolísticas, não só a nível europeu mas também mundial. Com a integração de sobre infra-estruturas de treino mais desenvolvidos nos Regulamentos do Licenciamento de Clubes & Fair Play de 2018, a importância destas duas componentes tem sido ainda mais destacada.

Este relatório apresenta a primeira análise do cenário na Europa, onde necessidades e recursos específicos variam entre federações, após a introdução dos requerimentos de licenciamento actualizados.

Financiamento de solidariedade para o desenvolvimento jovem

Os pagamentos de solidariedade da UEFA, efectuados aos clubes que não participam nas competições de clubes da UEFA, representam a segunda maior fonte de financiamento para centros de treino de desenvolvimento jovem.

Os pagamentos são distribuídos para investimento em programas de desenvolvimento jovem e iniciativas comunitárias locais, perfazendo um valor estimado de 19 por cento dos orçamentos de desenvolvimento jovem nos clubes de primeira divisão do continente.

Actualmente, os clubes de primeira divisão na Europa investem um total de 870 milhões por ano no desenvolvimento jovem. Os 10 principais países tendo em conta o orçamento médio por clube são:

O total estimado do orçamento anual para desenvolvimento jovem em clubes de primeira divisão em 2020 é de 870 milhões
O total estimado do orçamento anual para desenvolvimento jovem em clubes de primeira divisão em 2020 é de 870 milhõesSPORTSFILE

Inglaterra 6.1 milhões
Alemanha 5.3 milhões
França 4.7 milhões
Itália 4.6 milhões
Espanha 3.4 milhões
Rússia 2.8 milhões
Suíça 2.7 milhões
Países Baixos 1.9 milhões
Portugal 1.8 milhões
Bélgica 1.7 milhões

Variações por todo o continente

O relatório sublinha que a forma como as verbas são gastas difere entre federações.

Por exemplo, devido ao clima, clubes na Finlândia, Suécia, Noruega e Rússia tendem a utilizar relva artificial/híbrida nos seus centros de treino, enquanto os clubes dinamarqueses possuem em média o maior número de campos de treino, que pode ser atribuído ao facto de que todos os clubes de primeira divisão dinamarqueses têm ligação directa entre a sua secção de "raízes" do futebol e equipa principal.

Enquanto que o investimento em infra-estruturas de treino varia de clube para clube, o valor médio dedicada por cada clube ao longo dos últimos cinco anos na Alemanha, Hungria, Espanha e Suíça é superior a cinco milhões de euros. Isto demonstra o comprometimento dos clubes para o desenvolvimento a longo-prazo e sustentabilidade na sua estratégia operacional.

Na Bósnia e Herzegovina, Croácia, Dinamarca, Ilhas Faroé, Finlândia, Hungria, Islândia e Escócia, 100 por cento dos clubes de primeira divisão melhoraram as suas infra-estruturas na última década.

Mais análises, estatísticas e informação já estão disponíveis no Relatório sobre Infra-estruturas de Treino e Investimento (apenas inglês).

- A UEFA também publicará em breve o Guia de Boas Práticas para a Construção e Gestão de um Centro de Treinos da UEFA, que fornece um guia passo-a-passo sobre como criar, construir e gerir uma nova infra-estrutura.

Pagamentos de solidariedade da UEFA: Como funcionam?

Relatório sobre as infra-estruturas de treino e investimento na formação (pdf em inglês)