Canal 11: O pioneiro canal televisivo da FPF

Apesar do adiamento do EURO 2020, a UEFA comprometeu-se rapidamente a libertar as verbas do ciclo 2020 –24 do HatTrick – o programa de desenvolvimento futebolístico que, a cada quatro anos, distribui as receitas do EURO às 55 federações-membro da UEFA. Numa rubrica especial, falámos com cinco federações sobre projectos futebolísticos inovadores que irão continuar a prosperar graças à decisão da UEFA.

Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, visitou recentemente as instalações do Canal 11
Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, visitou recentemente as instalações do Canal 11 Carolina Delgado

O Canal 11, da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), primeiro canal televisivo operado por uma federação-membro da UEFA, celebrou o seu primeiro aniversário em Agosto de 2020.

No espaço de apenas um ano, o canal tornou-se o pilar do projecto de inovação de conteúdos da FPF, que também inclui a Portugal Football School – uma iniciativa de ensino superior focada totalmente no futebol.

"O Canal 11 tem sido uma ferramenta fundamental para nós", diz Pedro Dias, director da FPF. "O canal também tem sido uma plataforma para respondermos e criarmos consciencialização sobre assuntos sócio-económicos causados pela COVID-19, não só na família do futebol nacional como também na sociedade portuguesa. Sem o apoio do programa HatTrick da UEFA, não teríamos sido capazes de chegar tão longe e fazer tantas coisas".

Saiba mais sobre o programa HatTrick aqui.

Tudo o que precisa saber sobre o Canal 11

Imagem no interior das instalações do Canal 11
Imagem no interior das instalações do Canal 11Carolina Delgado

O que é o Canal 11?

O Canal 11 é uma inovadora plataforma de conteúdos, com 50 profissionais a ela dedicados. O canal televisivo promove o futebol português através de mais de 600 transmissões de jogos em directo (que não das duas principais divisões nacionais e da selecção principal), com conteúdo e entrevistas exclusivas a jogadores portugueses famosos, como Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva, João Félix e muitos outros. Para além da dimensão desportiva, possui um forte cariz de responsabilidade social e promove inclusão, diversidade e acessibilidade. Segundo Fernando Gomes, presidente da FPF, o foco está em "promover, proteger e desenvolver o futebol".

Quão importante é o financiamento do programa HatTrick para manter o sucesso do Canal 11?

Pedro Dias: “Em Portugal todas as indústrias foram afectadas pela pandemia da COVID-19, mas a indústria do desporto sofreu bastante. Apesar de todos os problemas que afectam o futebol português, a FPF conseguiu prosseguir o seu trabalho de desenvolvimento futebolístico com a ajuda do programa HatTrick, e isso é visível no nosso projecto de inovação de conteúdos, que inclui o nosso próprio canal (Canal 11) e uma instituição de ensino vocacionada para o futebol (Portugal Football School)

"O Canal 11 não só promove o futebol como também mostra que há interesse e mercado para competições com menos visibilidade, como o futebol feminino, futsal, escalões de formação e ligas não profissionais. Os jovens precisam de ver futebol sem ser as grandes ligas europeias por forma a identificarem-se com ele. É esse o nosso principal objectivo.

"Para além da vertente desportiva, o Canal 11 tem um forte cariz de responsabilidade social, já que diariamente transmite histórias inspiradoras e projectos que promovem a inclusão e a diversidade no futebol".

O Canal 11 está inserido na Cidade do Futebol, da FPF
O Canal 11 está inserido na Cidade do Futebol, da FPFCarolina Delgado

Quais os objectivos do Canal 11?

- Emissão 24 horas por dia, 7 dias por semana
- Exibir jogos de selecções dos quais a FPF possui direitos de transmissão (Sub-21, Sub-19, Sub-17, futebol feminino e taças nacionais)
- Gerar conteúdo editorial online para canal11.pt
- Permitir à FPF ser uma alternativa, e possivelmente um concorrente, às estações televisivas nacionais no que toca ao desporto
- Promover conteúdo sob diversas formas: debates, treino e formação.

- AleksanderČeferin, Presidente da UEFA, fala sobre como a organização trabalhou com a FPF para a realização da fase final da Champions League 2019/20