Inter de luto pelo "eterno campeão" Corso

Mario Corso, peça chave da equipa do Inter que conquistou por duas vezes a Taça dos Campeões Europeus na década de 1960, faleceu aos 78 anos.

Inter de luto pelo "eterno campeão" Corso
Inter de luto pelo "eterno campeão" Corso ©Getty Images

O médio, natural de Verona, representou o Inter entre 1957 e 1973. Durante a sua passagem pelos "nerazzurri", Corso conquistou quatro títulos da campeão itaiano, dois títulos de campeão europeu (1963/64 e 1964/65) e duas Taças Intercontinentais, assinando 94 golos em 502 jogos no conjunto de todas as competições.

Terminou a carreira em 1975, depois de duas temporadas no Génova, e abraçou depois a carreira de treinador, orientando o Inter em 1985/86.

Internacional por Itália em 23 ocasiões, marcou quatro golos pelo seu país. Corso era conhecido como o "Pé Esquerdo de Deus", pelas suas qualidades nas bolas paradas e nos cruzamentos. Massimo Moratti, antigo presidente do Inter, afirmou: “Mario foi o único jogador que Pelé disse que gostava de ter tido a seu lado na seleção do Brasil. Isso ajudará os mais novos a perceberem a classe que ele tinha. Era o meu jogador preferido do “Grande Inter.”

"Mario Corso, eterno campeão, com uma classe enorme, faleceu. Com o seu pé esquerdo ele encantou o mundo numa equipa que marcou uma era", pode ler-se num comunicado emitido pelo Inter. "Os nossos pensamentos e o nosso afecto estão com a sua família neste momento difícil".