Presidente da UEFA agradece reeleição

O presidente da UEFA, Michel Platini, agradeceu aos representantes das federações filiadas no organismo após ter sido reeleito para um segundo mandato de quatro anos no cargo.

O presidente da UEFA, Michel Platini
O presidente da UEFA, Michel Platini ©UEFA.com

O Presidente da UEFA, Michel Platini, foi reeleito para um segundo mandato de quatro anos, no XXXV Congresso Ordinário da UEFA, em Paris. Michel Platini, que era o único candidato, foi reeleito por aclamação pelos delegados das 53 federações membro.

O francês havia sido pela primeira vez eleito como Presidente da UEFA no XXXI Congresso Ordinário da UEFA, em Dusseldorf, em Janeiro de 2007. "Após a minha eleição, há quatro anos, os meus agradecimentos ficaram reservados para todos os meus velhos amigos," referiu Platini.

"Repleto de emoção e nostalgia, agradeci a todos os que estiveram ao meu lado durante as diferentes etapas da minha vida. Hoje, os meus agradecimentos dirigem-se aos novos amigos, aqueles que estão agora ao meu lado. Primeiro, agradeço-vos a vocês, meus amigos das federações nacionais. Do fundo do coração, obrigado pela confiança que depositaram em mim."

Michel Platini dedicou também algumas calorosas palavras de gratidão ao Comité  Executivo da UEFA e a toda a administração do organismo, não esquecendo "os milhares de treinadores e voluntários que, um pouco por toda a Europa, dedicam a sua paixão e amor pelo futebol às 'raízes' da modalidade. Eles incutem preciosos valores nos nossos filhos e netos, guiam-nos na maravilhosa escola da vida e ajudam-nos, à sua maneira, a tornar um pouco melhor esta nossa sociedade."

Mais uma temporada está, agora, a atingir o seu clímax e Platini agradeceu igualmente aos jogadores, que descreveu como "uma fonte de beleza e encanto, alegria e emoção para todos nós, sem os quais o futebol não existiria".

Também foram levadas a cabo eleições para o Comité Executivo da UEFA. O Congresso elegeu sete membros do Comité Executivo da UEFA e dois membros do Comité Executivo da FIFA - um vice-presidente e um membro. A votação foi a seguinte:

Comité Executivo
Eleitos após uma primeira ronda de votos:
Ángel María Villar Llona (Espanha) 47 vooes
Şenes Erzik (Turquia) 42 votos
Peter Gilliéron (Suíça) 40 votos
Grigoriy Surkis (Ucrânia) 38 votos
Borislav Mihaylov (Bulgária) 28 votos
Sergey Fursenko (Rússia) 27 votos

Eleito após uma segunda ronda de votos:
Mircea Sandu (Roménia) 15 votos

Comité Executivo da FIFA
Candidato para a vice-presidência do Comité Executivo da for FIFA:
*o presidente da UEFA, Michel Platini, é vice-presidente da FIFA por inerência do cargo.
Eleito: Ángel María Villar Llona (Espanha)

Candidato para o Comité Executivo da FIFA:
Eleito: Theo Zwanziger (Alemanha)

O Congresso de Paris determinou ainda que seja considerados membros honorários da UEFA Antonio Matarrese (Itália) e Joseph Mifsud (Malta), devido aos longos e meritórios serviços prestados ao futebol europeu.

A Ordem de Mérito Rubi da UEFA foi atribuída a Jean-Pierre Escalettes (França), Ellert Schram (Islândia) e Ralph Zloczower (Suíça). A Ordem de Mérito Esmeralda da UEFA foi atribuída a título póstumo a Ján Popluhár (Eslováquia). Um prémio especial foi igualmente entregue a Franz Beckenbauer (Alemanha) pelos seus anos de serviço como futebolista, treinador e administrador.

O XXXVI Congresso Ordinário da UEFA vai realizar-se em Istambul, na Turquia, a 22 de Março de 2012.