UEFA Europa League atinge novo patamar

Em declarações no início da terceira edição da UEFA Europa League, o secretário-geral da UEFA, Gianni Infantino, destacou a competição como um "evento a não perder" por parte dos adeptos.

Imagem da final do ano passado, entre FC Porto e Braga
Imagem da final do ano passado, entre FC Porto e Braga ©Getty Images

A edição 2011/12 da UEFA Europa League foi lançada entre elogios pelos impressionantes passos dados pela competição em três anos desde que sucedeu à Taça UEFA.

Falando como anfitrião dos sorteios da primeira e segunda pré-eliminatórias, na sede da UEFA, em Nyon, esta segunda-feira, o secretário-geral da UEFA, Gianni Infantino, expressou o ponto-de-vista de que a UEFA Europa League assumiu-se como "um evento a não perder" por parte dos adeptos do futebol.

"O sorteio de hoje assinala o último ano do nosso primeiro ciclo de três para a nova UEFA Europa League", acrescentou. "À medida que o ciclo se aproxima do fim, podemos estar orgulhosos dos feitos alcançados por esta 'nova' competição.

"Redefinimos em todos os aspectos uma fantástica competição europeia de clubes, que deu experiência a um grande número de clubes na Europa. É uma competição que fornece muitos altos e baixos para os adeptos do nosso belo continente."

"Em termos futebolísticos, a UEFA Europa League também correspondeu às expectativas. A final da época passada foi a primeira entre equipas portuguesas. Ao mesmo tempo, foi a primeira final de uma prova da UEFA realizada na República da Irlanda, no recém-construído Dublin Arena. Esta época, a competição vai ser, como sempre, renhida."

Infantino continuou, reiterando a postura da UEFA em relação ao respeito e "fair play". "Relembramos que vamos punir severamente qualquer incidente dentro ou fora do relvado, seja da parte de jogadores ou adeptos", disse.