Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Atlético de luto por Antić

Radomir Antić, o treinador sérvio que conduziu o Atlético à "dobradinha" espanhola em 1995/96, faleceu aos 71 anos.

©UEFA.com

Radomir Antić, o treinador sérvio que conduziu o Atlético à "dobradinha" espanhola em 1995/96, faleceu aos 71 anos.

"Perdemos uma grande pessoa, um dos maiores responsáveis pelo magnífico período dourado que o o Atlético Madrid viveu", disse Enrique Cerezo, presidente dos "colchoneros".

Nascido a 22 de Novembro de 1948, Antić cresceu em Užice e iniciou a carreira de jogador na equipa local do Sloboda, de onde partiu para o Partizan. Durante oito épocas no emblema de Belgrado, desfrutou de sucesso como lateral-esquerdo e médio, tendo-se sagrado campeão nacional. Foi também nesse período que cumpriu a única internacionalização pela Jugoslávia, em 1973.

Transferiu-se para o entrangeiro em 1976, reforçando os turcos do Fenerbahçe, rumando depois a Espanha, onde representou o Saragoça, e Inglaterra, onde se sagrou campeão da segunda divisão com o Luton Town, em 1982. Regressou ao Partizan para orientar equipas dos escalões de formação, antes de iniciar uma respeitável carreira de treinador sénior em 1988, ao serviço do Saragoça.

Antić fez carreira em Espanha, orientando posteriormente Real Madrid, Oviedo, Atlético, Barcelona e Celta Vigo. Foi nos "colchoneros" que ganhou maior destaque, graças à conquista do campeonato e da Taça de Espanha em 1995/96.

Antić foi nomeado seleccionador da Sérvia em 2008, tendo participado no Campeonato do Mundo de 2010, na África do Sul. Terminou a carreira de treinador em 2015, na China, onde representou dois clubes.

Antić conseguiu o feito notável de orientar os três principais clubes espanhóis, sendo elogiado pelas suas qualidades humanas na relação com os jogadores. Uma vez disse: "Para mim é sempre mais importante ter um bom ambiente na equipa em vez de ter apenas bons jogadores".

Topo