Finlândia de luto por Pekka Hämäläinen

Pekka Hämäläinen, antigo presidente da Federação Finlandesa de Futebol e figura respeitada do futebol finlandês e internacional, faleceu esta terça-feira, aos 74 anos de idade.

Antigo presidente da Federação Finlandesa de Futebol, Pekka Hämäläinen faleceu aos 74 anos.
Antigo presidente da Federação Finlandesa de Futebol, Pekka Hämäläinen faleceu aos 74 anos. ©Sportsfile

O futebol finlandês viu partir uma das figuras mais proeminentes da sua história, Pekka Hämäläinen, antigo presidente da Federação Finlandesa de Futebol (SPL-FBF), que faleceu esta terça-feira, aos 74 anos, vítima de doença prolongada.

Pekka Hämäläinen era respeitado por todos como uma grande figura do futebol na Finlândia e o seu mandato como presidente, entre 1997 e 2009, foi o segundo mais longo da história da federação de futebol do seu país. Hämäläinen foi também influente a nível do futebol internacional, tendo desempenhado as funções de membro do Comité de Campeonatos da Europa da UEFA (1998-2000), de vice-presidente do Comité de Programas de Assistência (2000-06), e de presidente desse mesmo comité entre 2006-07.

Assumiu, de seguida, as funções de primeiro vice-presidente do Comité Jurídico da UEFA, cargo que desempenhou entre 2007 e 2011, antes de se juntar ao círculo Amical des Anciens de antigos membros dos comité da UEFA, em 2012, ano em que foi nomeado presidente honorário da Federação Finlandesa de Futebol. Durante o seu mandato como presidente, a Finlândia acolheu três fases finais de provas da UEFA - Campeonato da Europa de Sub-18 de 2001, Campeonato da Europa Feminino de Sub-19 de 2004, e Women’s EURO de 2009 -, para além de ter ainda sido palco do Campeonato do Mundo de Sub-17 de 2003.

Pekka Hämäläinen teve igualmente uma bem-sucedida carreira como futebolista, tendo conquistado o título de campeão finlandês em 1961 ao serviço do HIFK Helsinki, clube que veio depois a servir em variadas funções. O actual presidente da Federação Finlandesa de Futebol, Pertti Alaja, prestou tributo a Hämäläinen: "Perdemos uma pessoa que tem um mérito enorme no desenvolvimento do futebol na Finlândia", destacou. "Vamos, todos nós, sentir muito a falta de Pekka, que se entregou de corpo e alma ao futebol. Ele tinha um coração de ouro para o futebol. O seu sentido de humor contagiava todos os que o rodeavam. Temos muito a agradecer-lhe."

Topo