Futebol grego de luto por Panagoulias

Alketas Panagoulias, seleccionador que levou a Grécia à sua primeira final num torneio internacional, o Campeonato da Europa de 1980 e, 14 anos mais tarde, ao primeiro Mundial, faleceu aos 78 anos.

Imagem de Alketas Panagoulias em 1993
Imagem de Alketas Panagoulias em 1993 ©Getty Images

Alketas Panagoulias, o seleccionador que apurou a Grécia para a sua primeira fase final de uma grande competição, o Campeonato da Europa de 1980, faleceu, aos 78 anos, na sua casa, em Washington DC.

Após ter iniciado a carreira, em 1951, como lateral-esquerdo, no Aris Thessaloniki FC, o primeiro cargo de treinador de Panagoulias surgiu em Nova Iorque, ao serviço do Greek American Atlas. Em 1972, foi nomeado treinador-adjunto do seleccionador da Grécia, Billy Bingham, e, um ano depois, assumiu o cargo principal, tendo levado a equipa à fase final do Campeonato da Europa de 1980, em Itália, prova então com apenas oito equipas.

Passagens bem-sucedidas pelo Olympiacos FC e pela selecção dos EUA precederam o segundo momento como seleccionador do seu país, que apurou, em 1994, para a primeira fase final de um Mundial, que decorreu nos EUA. Detinha o recorde de jogos como seleccionador dos helénicos, com 74 encontros, até que, em 2007, foi ultrapassado por Otto Rehhagel.

O presidente da Federação Helénica de Futebol, Sofoklis Pilavios, deixou um elogio ao UEFA.com sobre o desaparecimento de Panagoulias. "É uma grande perda. Era uma grande personalidade não apenas no desporto como nas políticas do desporto. Foi o pioneiro que levou a selecção da Grécia aos seus primeiros grandes sucessos."

Topo