Wembley, Amsterdam ArenA e Praga recebem finais em 2013

A final da UEFA Champions League de 2013 disputa-se em Wembley, enquanto a da UEFA Europa League realiza-se na Amsterdam ArenA e a SuperTaça Europeia em Praga.

O estádio de Wembley
O estádio de Wembley ©Getty Images

Na sua reunião realizada esta quinta-feira, em Nyon, o Comité Executivo da UEFA escolheu, de forma unânime, os estádios que vão receber as finais das competições europeias de clubes em 2013.

Wembley irá acolher a final da edição 2013 da UEFA Champions League, enquanto a Amsterdam ArenA vai receber o jogo decisivo da UEFA Europa League, sendo que os vencedores dessas provas disputam a SuperTaça Europeia no Estádio Eden, em Praga, na República Checa.

Wembley recebeu a final da UEFA Champions League da época transacta, mas o presidente da UEFA, Michel Platini, explicou que existiram situações excepcionais por detrás da realização de mais esta final no norte de Londres.

"Fundada em 1863, a Federação Inglesa de Futebol (FA) é a mais velha de todas as federações e celebra o seu 150º aniversário em 2013", disse. "Dada a natureza excepcional desse momento histórico da nossa bela modalidade, e o facto de também se comemorarem os 150 anos da criação das Leis do Jogo, sentimos que era dever da UEFA ajudar a FA a festejar a ocasião de forma especial. Assim, decidimos regressar a Inglaterra e especificamente a Wembley – a casa da FA inglesa – para a final da UEFA Champions League de 2013".

"Penso que é importante respeitar os 150 anos da FA", salientou Michel Platini após o anúncio da decisão. "Estamos aqui reunidos porque, há 150 anos, algumas pessoas elaboraram as leis do futebol em Inglaterra. Penso que é um verdadeiro momento de respeito - se esquecermos o passado, não temos um futuro".

Platini acrescentou: "Vamos também realizar o XXXVII Congresso Ordinário da UEFA em Londres nos dias que antecedem a final da UEFA Champions League."

A final da UEFA Champions League em 2011/12 terá como palco a Fußball Arena München, a 19 de Maio, ao passo que a da UEFA Europa League realiza-se dez dias antes no Estádio Nacional, em Bucareste, Roménia.

O Comité Executivo também aprovou unanimemente a proposta efectuada por Jacques Lambert, presidente do órgão organizativo do UEFA EURO 2016, de acrescentar as duas cidades de reserva Toulouse e Saint-Etienne ao lote de nove cidades já seleccionadas para receber jogos da fase final, a decorrer em França.

Com a fase final destinada a ser a primeira alargada a 24 equipas, em vez das actuais 16, a partir de 2016 vão realizar-se 51 jogos, ao contrário dos habituais 31 do torneio. O Comité Executivo sentiu ser sensato aumentar o número de cidades-sede para 11, de modo a lidar melhor com o número acrescido de partidas.

"Prefiro que o Comité Executivo tenha intervindo sem demoras, de forma a colocar um ponto final na incerteza", disse Platini. "Estou convencido que a decisão do Comité Executivo é muito boa. É uma decisão de senso comum para a UEFA, uma decisão de equidade para as cidades candidatas e uma decisão de interesse geral para o país anfitrião".

As próximas decisões saídas da reunião do Comité Executivo da UEFA, que continua na manhã de sexta-feira, 17 de Junho, serão comunicadas no final da sessão, numa conferência de imprensa agendada para as 11h15 (hora de Portugal Continental) na sede da UEFA.

Topo