O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Resumo e crónica: Portugal vence Espanha nos penáltis e conquista a Finalíssima de Futsal

Campeão europeu e mundial, Portugal venceu a primeira edição da Finalíssima de Futsal com um triunfo sobre a Espanha no desempate por grandes penalidades.

Resumo da final da Finalíssima de Futsal: Espanha 1-1 Portugal (2-4 gp)

Portugal completou 12 meses memoráveis no que ao futsal diz respeito. Durante esse período conquistou o seu primeiro Campeonato do Mundo de Futsal da FIFA, defendeu com êxito o título do UEFA Futsal EURO e, ao bater a Espanha no desempate por penáltis na final de Buenos Aires, conquistou também a Finalíssima de Futsal, um novo evento UEFA-CONMEBOL.

Resultados da Finalissima de Futsal

Domingo, 18 de Setembro:
Final 
Espanha 1-1 Portugal (ap, 2-4 gp) 
Jogo de atribuição do 3º lugar
Argentina 2-3 Paraguai
 

Quinta-feira, 15 de Setembro:
Meias-finais
Portugal 2-1 Paraguai 
Argentina 0-3 Espanha

O jogo em poucas palavras

Ver os resumos
Ver mais

Num embate entre duas selecções que se conhecem tão bem, Portugal esteve perto de marcar primeiro quando Zicky aproveitou um passe longo de André Coelho, mas Jesús Herrero mergulhou para desviar e evitar o golo.

A Espanha pisou no acelerador no final do primeiro tempo e o guarda-redes português, André Sousa, só com uma série de defesas foi segurando o nulo, até que a Espanha marcou mesmo. O treinador Fede Vidal pediu um desconto de tempo antes de um canto e a jogada ensaiada saiu na perfeição, com Antonio Pérez a tocar para Miguel Mellado rematar de forma certeira.

Miguel Mellado deu vantagem à selecção espanhola
Miguel Mellado deu vantagem à selecção espanholaMarcelo Endelli supplied by CONMEBOL

Portugal saía para o intervalo em desvantagem, mas tinha motivos para estar confiante, dado que havia derrotado a Espanha nos quartos-de-final do Campeonato do Mundo de Futsal de 2021 e nas meias-finais do UEFA Futsal EURO 2022, depois de estar a perder. Assim, não foi de estranhar que chegasse ao empate a meio do segundo tempo. Afonso Jesus aproveitou um mau passe da Espanha na saída da defesa para ficar na cara do guarda-redes Didac Plana e, com enorme classe, picar a bola sobre este para o 1-1.

As duas selecções estiveram, depois, perto do 2-1, mas os guarda-redes André Sousa e Didac Plana brilharam nas respectivas balizas e a decisão seguiu para prolongamento em Buenos Aires, mas ninguém marcou nos dez minutos de tempo extra e foi preciso recorrer ao desempate por penáltis para encontrar o vencedor.

Aí, Jorge Braz decidiu tirar André Sousa da baliza e colocar o gigante Edu a defender as grandes penalidades e ganhou a aposta. O guardião defendeu dois remates espanhóis, enquanto do lado de Portugal ninguém falhou. Depois dos dois títulos europeus e do ceptro mundial, Portugal conquista agora também a primeira edição da Finalíssima de Futsal.

Edu entrou e defendeu dois penáltis no desempate frente à Espanha
Edu entrou e defendeu dois penáltis no desempate frente à EspanhaMarcelo Endelli supplied by CONMEBOL
Como foi: Espanha 1-1 Portugal (2-4pen)


Reacções

João Matos, capitão de Portugal: "É uma sensação difícil de descrever. Levámos o futsal português a uma posição em que nunca esteve antes, com uma base que vem desde 2011. Construímos uma equipa com muitas qualidades. Derrotámos uma boa equipa como a da Espanha, que também jogou bem e conquistámos um novo troféu, a Finalíssima, bem longe das nossas casas, em condições difíceis, num piso diferente daquele a que estamos habituados."

João Matos mostra o mais recente troféu da selecção portuguesa
João Matos mostra o mais recente troféu da selecção portuguesaMarcelo Endelli supplied by CONMEBOL

Raúl Campos, capitão da Espanha: "Foi duro. Conseguimos fazer o jogo que queríamos mas infelizmente perdemos nos penáltis. Ultimamente, Portugal tem vindo a vencer-nos, apesar de achar que estamos a jogar melhor. Só não estamos a conseguir ganhar os jogos."

Jogo de atribuição do 3º lugar

Ver os resumos
Ver mais

O Paraguai derrotou a Argentina na luta pelo bronze para se desforrar, pelo menos parcialmente, da derrota sofrida na final da Copa América de Futsal, em Fevereiro. Richard Rejala e Julio Mareco deram uma vantagem de 2-0 aos paraguaios, antes de Cristian Borruto reduzir ainda antes do intervalo. Arnaldo Báez, porém, fez o terceiro do Paraguai e, embora Alan Brandi ainda tenha respondido para os anfitriões, estes acabaram por não conseguir chegar ao empate, apesar das várias situações de golo que criaram nos instantes finais.

Resumo do jogo do terceiro lugar da Finalíssima de Futsal: Argentina 2-3 Paraguai