Embaixadores: Milenko Ačimović e Mile Simeunović

Os antigo internacionais eslovenos Milenko Ačimović (futebol) e Mile Simeunović (futsal) são os embaixadores do UEFA Futsal EURO 2018, que vai decorrer em Ljubljana.

Mile Ačimovič, Dejan Stanković & Mile Simeunović
©Aleš Hostnik
  • Milenko Ačimović

Data de nascimento: 15 de Fevereiro de 1977
Seleção nacional: Eslovénia
Carreira como jogador: Železničar Ljubljana, Olimpija Ljubljana, Estrela Vermelha, Tottenham Hotspur, Lille, al-Ittihad, Áustria Viena

• Ačimović nasceu em Ljubljana (que então fazia parte da Jugoslávia) e fez a formação no Železničar, onde se estreou com 18 anos.

• O médio-atacante assinou depois pelo rival Olimpija, antes de passagens por Estrela Vermelha (onde venceu dois campeonatos), Tottenham e Lille, que representou na UEFA Champions League de 2005/06 e marcou um golo num memorável triunfo sobre o Manchester United.

• Após passagens pela Arábia Saudita e na Áustria, Ačimović terminou a carreira em 2010 devido a uma lesão num joelho.

• Ačimović foi 74 vezes internacional pela Eslovénia e participou no UEFA EURO 2000 (tendo marcado um golo no meio-campo no encontro do "play-off" com a Ucrânia) e no Campeonato do Mundo de 2002, onde apontou um dos 13 golos ao serviço do seu país no encontro com o Paraguai.

• Após pendurar as botas, passou algum tempo com director do futebol do Olimpija.

• Na apresentação como embaixador do UEFA Futsal EURO 2018, afirmou: "Ser embaixador de um evento tão importante é uma grande honra. Agradeço à Federação Eslovena de Futebol por me ter escolhido".

  • Mile Simeunović

Data de nascimento: 7 de Fevereiro de 1976
Seleção nacional: Eslovénia
Carreira como jogador: Domžale (futebol), Vuko Ljubljana, Firenze, Bologna, Norilsky Nikel, GIP Beton, Gospić/Nacional Zagreb, Litija, Dobovec, Proena Maribor
Carreira como treinador: Zavas 

• Simeunović começou a carreira no futebol, ao serviço do Domžale, antes de se mudar para o futsal, onde se afirmou como, talvez, o melhor jogador se sempre da Eslovénia.

• Simeunović teve uma carreira que se prolongou por 20 anos e brilhou em Itália, Rússia e Croácia, assim como na Eslovénia. Em seis épocas no Norilsky, ganhou um campeonato e uma Taça, tendo também sido campeão na Croácia - com o Gospić (que mais tarde mudou o nome para Nacional Zagreb) - e na Eslovénia, com o Litija, Doboveca e Proena.

• Terminou a carreira em 2016, aos 40 anos, e tornou-se treinador do Zavas.

• Marcou 23 golos em 60 internacionalizações pela Eslovénia, tendo participado no UEFA Futsal EURO 2003.

Topo