Sportpaleis - Antuérpia 08-02-2014 - 18:00CET (18:00 Hora locallocal)

Terceiro e Quarto lugar

Portugal - Espanha
4-8
 

Portugal - Espanha 4-8 - 08-02-2014 - Página do jogo - Futsal EURO 2014

SSI Err
O "site" oficial do futebol europeu

Espanha e Portugal querem bronze

Publicado: sexta-feira, 7 de Fevereiro de 2014, 12.20CET
As selecções de Espanha, deposta campeã, e Portugal estão determinadas a deixar Antuérpia com a medalha de bronze, à medida que analisam o percurso antes do "play-off" do terceiro lugar.
por Gonzalo Aguado e Nuno Tavares
de Antuérpia
Espanha e Portugal querem bronze
Ricardinho quer ajudar Portugal a garantir o terceiro lugar do Europeu de Futsal ©Sportsfile

Estatísticas da prova

Portugal
Espanha

14

Golos marcados

18

141

Total de tentativas

200

52

Remates à baliza

71

50

Remates para fora

69

39

Remates defendidos

60

5

nos postes

4

32

Cantos

57

4

Cartões amarelos

3

0

Cartões Vermelhos

0

24

Faltas cometidas

16

25

Faltas sofridas

17

Dossiers de Imprensa

Classificação

 
  
Publicado: sexta-feira, 7 de Fevereiro de 2014, 12.20CET

Espanha e Portugal querem bronze

As selecções de Espanha, deposta campeã, e Portugal estão determinadas a deixar Antuérpia com a medalha de bronze, à medida que analisam o percurso antes do "play-off" do terceiro lugar.

Pela primeira vez em 11 anos, a final do UEFA Futsal EURO terá lugar no sábado sem a presença da Espanha, que terá acabado de defrontar Portugal no "play-off" do terceiro lugar.

Queremos vencer no sábado e conquistar o próximo torneio. É a nossa natureza
Rafa, Spain goalkeeper
Lamentamos muito não ter sido possível recompensar com uma vitória todo o apoio que temos recebido em Antuérpia dos adeptos portugueses
Jorge Braz, Portugal coach

A tentativa da Espanha em conquistar um quinto título consecutivo caiu por terra na quinta-feira, quando perdeu frente à Rússia, por 4-3, no prolongamento. Imediatamente antes disso, Portugal também não tinha evitado uma derrota pelo mesmo resultado contra a Itália, mas no tempo regulamentar. Em função disso, as duas selecções que disputaram a final de 2010 vão medir forças pela 23ª vez no seu historial, estando desta feita a medalha de bronze em jogo.

"Não podemos sair daqui sem o terceiro lugar - somos uma equipa com orgulho e queremos mostrar que ainda somos os melhores," disse ao UEFA.com o seleccionador espanhol, José Venancio López. O treinador português Jorge Braz, cuja nação venceu apenas um dos últimos 16 derbies ibéricos, acrescentou: "Ainda temos um jogo importante para disputar e o nosso objectivo é terminar no pódio. Não vou andar por aí triste ou zangado só porque perdemos contra a Itália e ninguém vai deitar abaixo esta equipa."

A Espanha começou a prova de forma tremida ao empatar 3-3 ante a Croácia, mas venceu o seu grupo com uma goleada por 8-1 contra a República Checa, antes de bater em grande estilo a Eslovénia, por 4-0, nos quartos-de-final. Seguiu-se a Rússia e a verdade é que não apenas chegou ao fim um recorde de invencibilidade de nove anos contra adversários europeus, como também, e pela primeira vez desde 2000, a Espanha não irá deter o título mundial ou europeu.

"Foi uma derrota muito dura," admitiu o guarda-redres. "Mas temos duas estrelas [pelos Campeonatos do Mundo conquistados] no peito e seis Campeonatos da Europa. Perdemos noutras ocasiões e conseguimos sempre recuperar. Quando se faz as coisas bem, recupera-se rápido. Queremos vencer no sábado e conquistar o próximo torneio. É a nossa natureza."

Quanto a Portugal, foi segundo no seu grupo, depois de vencer a Holanda por 5-0 e de empatar 4-4 ante a Rússia, tendo eliminado a Ucrânia por 2-1 antes do desaire frente à Itália. "Se querem pôr algo ou alguém em causa, ponham em causa o selecionador", aludiu Braz.

"Vou continuar a trabalhar como tenho trabalhado até aqui. Lamentamos muito não ter sido possível recompensar com uma vitória todo o apoio que temos recebido em Antuérpia dos adeptos portugueses e quero expressar o meu profundo e sincero agradecimento a todos eles. Foram fantásticos."

Já Ricardinho, cuja excelente exibição frente à Itália não foi suficiente para evitar o pior, não escondeu a tristeza por falhar a final, mas prometeu dar tudo para, pelo menos, chegar ao terceiro lugar. "É a partida que ninguém quer jogar, porque as duas equipas queriam era estar na final, mas pretendemos vencer. É muito triste não podermos disputar o jogo decisivo, mas não se pode fazer nada quando precisamos de 50 oportunidades para marcar um golo. Esperamos que não seja novamente o caso contra a Espanha", concluiu.

Última actualização: 07-03-18 1.30CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis dos treinadores
Jogo relacionado

https://pt.uefa.com/futsaleuro/season=2014/matches/round=2000401/match=2013808/prematch/preview/index.html#espanha+portugal+pelo+bronze