O "site" oficial do futebol europeu

Espanha anula Itália e vai à final

Publicado: quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012, 22.38CET
Espanha 1-0 Itália
A campeã Espanha vai defrontar a Rússia pela quarta vez em oito finais do EURO, graças a um golo de Aicardo e a uma soberba exibição defensiva.
por Paul Saffer
de Arena Zagreb
Espanha anula Itália e vai à final
Kike e o marcador do golo da Espanha, Aicardo, comemoram a vitória diante da Itália ©Sportsfile
  
Publicado: quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012, 22.38CET

Espanha anula Itália e vai à final

Espanha 1-0 Itália
A campeã Espanha vai defrontar a Rússia pela quarta vez em oito finais do EURO, graças a um golo de Aicardo e a uma soberba exibição defensiva.

A Espanha vai jogar a quarta final consecutiva do Europeu de Futsal, e a sexta no total, contra a Rússia, a única equipa que a derrotou numa final, graças a uma soberba exibição defensiva na meia-final contra a Itália.

Um golo de Aicardo, logo aos sete minutos, foi suficiente para os actuais campeões europeus, que criaram várias situações para alargar a vantagem em contra-ataque. Pela quarta vez em oito edições do EURO, os espanhóis vão defrontar a Rússia na final de sábado, enquanto a Itália jogará com a Croácia na partida de atribuição dos terceiro e quarto lugares.

A Rússia tinha marcado no primeiro minuto da meia-final ante os croatas e a Espanha quase que imitou o feito, numa jogada em que Rafael Usín acertou na parte exterior do poste. Muitos dos milhares de espectadores que tinham enchido a Arena de Zagreb na primeira meia-final ficaram para ver o segundo jogo entre dois colossos do futsal, cantando para as duas equipas. A seguir, viram uma grande defesa de Stefano Mammarella, o herói da vitória italiana sobre Portugal nos quartos-de-final, a remate de Kike.

A Espanha chegou ao golo pouco depois, por intermédio de Aicardo, que recebeu um passe de Ortiz e bateu Mammarella. Na resposta da Itália, Amado negou o empate a Alessandro Patias. Os campeões europeus continuaram a ter as melhores oportunidades, como num disparo rente ao poste de Sergio Lozano, apesar da maior posse de bola dos transalpinos, que obrigaram Luis Amado a mais uma defesa difícil, a remate de Saad Assis.

No início da segunda parte, a Espanha voltou a criar perigo num lance em que Alemao não conseguiu ultrapassar Mammarella. O guarda-redes negou o golo a Kike, antes de frustrar Borja, que se tinha isolado. No outro meio-campo, a Itália sentiu dificuldades para abrir a muralha defensiva espanhola, comandada à vez por Kike e Ortiz.

A Espanha continuou a apostar no contra-ataque e Lozano podia ter marcado, tal como Alemao, que acertou na trave com tanta força que a baliza quase saiu do sítio. Usín foi o próximo a acertar nos ferros, enquanto Lima obrigou Amado a esforçar-se tal como aconteceu, duas vezes, com Luca Ippoliti. Torras, actual melhor marcador do torneio, também acertou na barra, o que o impediu de marcar o sexto golo para a Espanha nesta fase final, mas a vitória dos campeões europeus ficou assegurada porque a Itália não conseguiu mesmo marcar, o que nunca tinha acontecido num jogo ante os espanhóis.

Última actualização: 10-02-12 10.51CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas
Jogo relacionado

https://pt.uefa.com/futsaleuro/season=2012/matches/round=2000148/match=2008818/postmatch/report/index.html#espanha+jogar+setima+final