O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão dos quartos-de-final do UEFA Futsal EURO

A Rússia enfrenta a Geórgia e a Espanha mede forças com a Eslováquia esta terça-feira.

Treino da Espanha nesta segunda-feira
Treino da Espanha nesta segunda-feira UEFA via Sportsfile

Os quartos-de-final do UEFA Futsal EURO 2022 estão em andamento na Ziggo Dome, em Amesterdão.

Fazemos a antevisão de toda a acção, com Portugal à espera da Espanha ou da Eslováquia nas meias-finais, enquanto a Ucrânia irá defrontar o vencedor do jogo entre a Rússia e a Geórgia.

Caminho até à final

QUARTOS-DE-FINAL

Segunda-feira, 31 de Janeiro:
Portugal 3-2 Finlândia
Cazaquistão 3-5 Ucrânia

Terça-feira, 1 de Fevereiro:
Rússia - Geórgia (16h00)
Espanha - Eslováquia (19h00)

MEIAS-FINAIS

Sexta-feira, 4 de Fevereiro:
Portugal - Espanha/Eslováquia (hora por confirmar)
Cazaquistão/Ucrânia - Rússia/Geórgia (hora por confirmar)

FINAL/JOGO DO TERCEIRO LUGAR

Domingo, 6 de Fevereiro:
Jogo do terceiro lugar (13h30)
Final (16h30)

Todas as horas de Portugal Continental

Rússia - Geórgia

Resumo: Rússia 5-1 Polónia
Resumo: Rússia 5-1 Polónia

A Rússia foi talvez a selecção que mais se destacou na fase de grupos, totalizando 16 golos ao derrotar a Eslováquia por 7-1, a Croácia por 4-0 e a Polónia por 5-1. Inúmeras vezes à beira da glória desde que que que conquistou o seu único título importante no Futsal EURO em 1999, os russos parecem determinados a quebrar finalmente esse jejum e até superaram a lesão que lhes custou o prolífico pivô Eder Lima, com Artem Antoshkin a liderar actualmente a lista dos melhores marcadores, com cinco gols e três assistências.

A Geórgia, tal como a Rússia, apurou-se ao cabo de apenas duas jornadas, isto após as reviravoltas que lhe permitiram derrotar o Azerbaijão por 3-2 e a Bósnia-Herzegovina por 2-1, tornando-se dessa forma a primeira estreante a arrancar a sua campanha com duas vitórias desde 2010. No entanto, uma derrota por 8-0 contra a Espanha, no sábado, fez com que a Geórgia tenha agora de enfrentar a Rússia, adversária frente à qual perdeu por 4-0 em Tbilisi e por 3-0 em Schelkovo no ano passado, na qualificação.

Resumo: Bósnia e Herzegovina 1-2 Geórgia
Resumo: Bósnia e Herzegovina 1-2 Geórgia

Sergei Skorovich, seleccionador da Rússia: "A parte mais difícil do torneio começa agora. Não há espaço para erros na fase a eliminar. Todos precisam de estar concentrados ao máximo. Sabemos que a Geórgia é uma boa equipa que merece estar onde está. Aprendemos imenso sobre eles nos jogos da qualificação, mas este é um encontro diferente. Talvez a Geórgia tenha mudado um pouco desde que os defrontámos e a verdade é que melhoraram."

Avtandil Asatiani, seleccionador da Geórgia: "Estamos cientes que vamos defrontar um adversário muito forte. A Rússia está mais forte do que quando a defrontámos no apuramento e vamos ter de estar ao nosso melhor nível."

Estatística-chave: A Rússia venceu quatro quartos-de-final seguidos do Futsal EURO desde que perdeu ante a Espanha em 2010, no desempate por penáltis.

Espanha - Eslováquia

Resumo: Geórgia 0-8 Espanha
Resumo: Geórgia 0-8 Espanha

A Espanha passou despercebida quando começou o Grupo D ao vencer a Bósnia-Herzegovina por 5-1 e depois empatar 2-2 ante o Azerbaijão. No entanto, a goleada por 8-0 aplicada à Geórgia, igualando a sua própria margem recorde de vitória no torneio, representou um sinal de intenção de uma equipa que nunca passou duas edições segudas do Futsal EURO sem levantar o troféu.

Nove jogadores diferentes marcaram pela Espanha na fase final, incluindo dois golos de Adolfo contra a Geórgia no seu retorno à selecção, e outro de Solano, recém-convocado para substituir o lesionado Esteban.

Resumo: Eslováquia 5-3 Croácia
Resumo: Eslováquia 5-3 Croácia

A vitória da Eslováquia por 5-3 ante a Croácia para garantir o apuramento, depois de ter perdido contra a Rússia e de ter empatado frente à Polónia, fez com que três das quatro estreantes tivessem passado da fase de grupos, mais do que em todas as edições anteriores após 1999 juntas.

Muito pode depender de Tomáš Drahovský, o jogador do Santa Coloma que foi o melhor marcador do campeonato espanhol na época passada e que está atrás apenas de Ferrao e de Adolfo esta época.

Fede Vidal, seleccionador da Espanha: "Sabemos o quão difícil é este Campeonato da Europa. Está a tornar-se cada vez mais complicado. Vai ser um jogo muito difícil. Temos de manter as coisas positivas do jogo frente à Geórgia. É esse o caminho que temos de seguir e não podemos afastarnos dele se não quisermos ter problemas. Temos de impor o nosso jogo e a nossa identidade. A equipa tem vindo a crescer ao longo do torneio e estamos num bom momento. E acima de tudo quero destacar a mentalidade deste grupo de trabalho, que não podia ser melhor."

Marián Berky, seleccionador da Eslováquia: "Há um problema de momento com o Matúš Ševčík, mas penso que o vamos resolver rapidamente. Vários outros jogadores sofreram pequenos toques durante a fase de grupos, mas espero que todos estejam em condições de jogar. A Espanha é a maior favorita, juntamente com a Rússia e Portugal. Estas equipas irão lutar pelo título. A Espanha é a mais madura das três a nível táctico e contam com grandes jogadores, tanto a nível individual como na manobra colectiva da equipa."

Estatística-chave: A Espanha esteve sempre presente nas meias-finais em todas as 11 edições anteriores do Futsal EURO.