O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão diária do UEFA Futsal EURO: Croácia - Rússia, Polónia - Eslováquia

Croácia e Rússia medem forças após terem vencido na abertura do Grupo C, enquanto a Polónia enfrenta a Eslováquia após ambas terem perdido.

A Croácia impressionou na sua estreia na sexta-feira
A Croácia impressionou na sua estreia na sexta-feira UEFA via Getty Images

Croácia e Rússia impressionaram nos seus jogos de abertura do Grupo C do UEFA Futsal EURO 2022, enfrentando-se agora na terça-feira com um lugar nos quartos-de-final em vista. Já depois disso, a Polónia e a Eslováquia procurar recuperar das derrotas sofridas na estreia na competição.

Fazemos a antevisão dos jogos na Ziggo Dome de Amesterdão

Croácia - Rússia (16h30, Amesterdão)

Resumo: Polónia 1-3 Croácia

A Rússia foi a escolha de muitos antes do torneio para erguer o troféu, precisamente 23 anos após seu único triunfo até agora, enquanto que a Croácia era encarada como um perigo real para qualquer equipa. Poucos terão mudado de ideias após a estreia, quando a Rússia venceu a Eslováquia por 7-1 com um "hat-trick" de Artem Antoshkin e a Croácia derrotou a Polônia por 3-1, mostrando estilo no primeiro tempo, principalmente no golo de letra de Matej Horvat, e coragem para segurar o resultado na etapa complementar.

Rússia e Croácia são adversários familiares que se enfrentaram por duas vezes na fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2021, com a Croácia a marcar tarde para empatar 2-2 na fase principal e a Rússia a vencer por 4-3 na ronda de elite, assegurando dessa forma a qualificação. O encontro também traz lembranças da meia-final de 2012, em Zagreb, onde a Rússia venceu os anfitriões por 4-2 diante de um público recorde de 14,300 espectadores. A Rússia perdeu Eder Lima devido a lesão, tendo chamado Andrei Afanasev.

Marinko Mavrović, seleccionador da Croácia: "A Rússia é uma equipa fantástica com muita experiência e grandes jogadores como Robinho, Chishkala, Sokolov ... São incríveis e são favorito, mas penso que temos de ser agressivos e rápidos na tomada de decisões. Temos sempre de jogar para ganhar em todos os jogos."

Sergei Skorovich, seleccionador da Rússia: "Estou muito feliz por termos vencido o primeiro jogo, mas essa vitória já é passado e não significa nada. Temos outro jogo, contra um excelente adversário, e é isso que nos preocupa neste momento. Conhecemos a Croácia muito bem, já os defrontámos várias vezes no apuramento para o Campeonato do Mundo - é uma equipa muito forte fisicamente, com jogadores rápidos e de grande qualidade. É uma selecção muito boa a nível táctico também. Para vencê-los, vamos ter que dar o nosso melhor."

Estátistica-chave: Sergei Skorovich vai somar o seu 25º jogo em fases finais do Futsal EURO, tornando-se apenas o terceiro técnico a conseguir tal feito, depois do espanhol José Venancio López (30) e do ucraniano Gennadiy Lysenchuk (27).

Polónia - Eslováquia (19h30, Amesterdão)

Resumo: Rússia 7-1 Eslováquia

A Eslováquia marcou primeiro frente à Rússia, por intermédio de Peter Kozár, mas os sonhos de protagonizar uma surpresa na sua estreia em fases finais foram logo frustrados. Ainda assim, mostraram o suficiente no ataque para retirar pontos positivos e enfrentar uma selecção da Polônia decepcionada com o início de jogo assinado contra a Croácia, onde, depois de perder por 3-1 no intervalo, não conseguiu virar o jogo, apesar de dominar no final.

Tendo em conta que ainda tem de defrontar a Rússia no grupo, a Polônia sabe que este tem de ser o momento de acabar com a espera pela primeira vitória em fases finais do Futsal EURO, depois das suas campanhas em 2001, 2018 e agora 2022. Apesar do dilatado resultado contra a Rússia, a Eslováquia mostrou o suficiente contra um dos favoritos do torneio para ter esperança para esta terça-feira.

Błażej Korczyński, seleccionador da Polónia: "Não vamos, de modo algum, substimar a Eslováquia, mas apenas uma vitória nos permite continuar a pensar numa estadia prolongada nos Países Baixos."

Marián Berky, seleccionador da Eslováquia: "As nossas expectativas são muito altas. Queremos vencer o jogo e vamos dar tudo para o conseguir. Temos de ter uma grande mobilidade e estar muito concentrados ao longo do jogo. Penso que isso será a chave. A Polónia é uma equipa muitoi agressiva e correm muito. Temos de controlar isso e reagir apropriadamente."

Estatística-chave: Estas duas equipas defrontaram-se por duas vezes no Futsal EURO, ambas na qualificação: o sem embate em 1998 terminou com o triunfo polaco por 13-5, ao passo que 1995 se registou um 0-0.