O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Degryse: Futsal EURO é especial para a Bélgica

Para o antigo futebolista belga Marc Degryse, que ajudou no sorteio do UEFA Futsal EURO 2014, a fase final a iniciar esta terça-feira em Antuérpia é "algo especial" para o seu país.

Marc Degryse participou no sorteio do UEFA Futsal EURO 2014
Marc Degryse participou no sorteio do UEFA Futsal EURO 2014 ©UEFA.com

O UEFA Futsal EURO 2014 começa esta terça-feira em Antuérpia e o antigo futebolista internacional da Bélgica, Marc Degryse, será observador interessado da prova.

Participante em dois Campeonatos do Mundo, Degryse terminou a carreira no KFC Germinal Beerschot Antwerpen e voltou à cidade no ano passado para participar no sorteio da fase final, no qual sorteou a Bélgica com a Roménia – que defrontam em primeiro lugar na Lotto Arena – e a Ucrânia, no Grupo A. Dregryse falou ao UEFA.com sobre as suas expectativas em relação ao torneio.

UEFA.com: Está ansioso pelo início do campeonato?

Marc Degryse: Sim, é algo especial. Estamos a organizar tudo aqui na Bélgica e sentimo-nos ansioso por ver boas equipas como a Espanha, reconhecida como uma equipa muito boa. Penso que os adeptos ficarão contentes por poderem ver um grande torneio na Bélgica.

UEFA.com: Além de ser um desporto relevante por mérito próprio, é o futsal importante para o desenvolvimento dos futebolistas?

Degryse: Tenho a certeza que sim. É necessário ter técnica e, nos últimos 20 anos, o futebol tornou-se mais técnico do que nunca. Claro que são necessárias qualidades físicas, mas no futebol, definitivamente, é necessário ter velocidade e técnica e é agradável ver jogadores que possuem essas qualidades. Logo, poder desenvolver-se ainda na juventude é bom para os jovens.

UEFA.com: Quão popular é o futsal na Bélgica?

Degryse: É muito conhecido porque passa na televisão, eu vejo-o no Eurosport. E penso que é espectacular, é como o basquetebol ou o voleibol, e essas modalidades são mais conhecidas na Bélgica. Mas existem ainda alguns passos para dar até que o futsal reúna a mesma popularidade do basquetebol ou voleibol. Por isso, talvez os “red devils”, a nossa selecção, jogando bem, possa contribuir para aumentar o interesse pelo futsal.