O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Finalistas comentam apuramento

Portugal está no lote de países confirmados no UEFA Futsal EURO 2012, a disputar na Croácia. O UEFA.com reúne as reacções dos protagonistas.

Cirilo (Nº11) é felicitado depois de marcar um dos golos do triunfo da Rússia sobre a Holanda
Cirilo (Nº11) é felicitado depois de marcar um dos golos do triunfo da Rússia sobre a Holanda ©knvb.nl/EricVerhoeven

José Venancio López, seleccionador de Espanha (vencedora do Grupo 1)
Em primeiro lugar quero felicitar o Azerbaijão por ter jogado bem e garantido a qualificação. A nossa equipa fez uma exibição de grande qualidade [no triunfo por 8-3 sobre o Azerbaijão], mas não foi fácil vencer, tal como já tinha acontecido no Grand Prix. Defendemos com eficácia e saímo-nos bem. Esta fase de apuramento foi muito importante para nós, pois tínhamos cinco jogadores estreantes nesta prova e que estiveram muito bem, não apenas em campo, mas na atitude que mostraram em grupo e nos treinos. Isto provou que temos um leque alargado de jogadores de qualidade.

Cirilo, jogador da Rússia (vencedora do Grupo 2)
Não somos favoritos a ganhar o EURO, considero que Espanha e Itália são os principais candidatos ao triunfo nesta importante competição. Não fui apenas eu, mas toda a equipa russa jogou bem neste encontro, apesar de eu ter marcado os dois golos [no triunfo sobre a Holanda por 2-0]."

Jorge Brás, seleccionador de Portugal (vencedor do Grupo 3)
Estes mini-torneios são sempre difíceis, mas tudo depende do nosso rendimento. Ainda é muito cedo para pensar na fase final do Europeu, mas temos grandes expectativas.

Tomáš Neumann, seleccionador da República Checa (vencedora do Grupo 4)
Estamos muito felizes [após a derrota por 1-0 com a Roménia, que permitiu o triunfo num grupo em que os três primeiros, incluindo também a Eslováquia, terminaram empatados]. Atingimos o nosso objectivo que era garantir a qualificação. Tenho de ser honesto e reconhecer que o nosso objectivo neste encontro era não perder por mais de dois golos, especialmente porque não tínhamos conseguido vencer a Roménia nos últimos nove encontros. Por isso é que a nossa principal preocupação foi manter a posse de bola. Perdemos este jogo, mas vencemos o grupo e as melhores equipas seguiram em frente.

Gennadii Lisenchuk, seleccionador da Ucrânia (vencedora do Grupo 5)
Ainda não definimos a nossa preparação, mas vamos tentar usar o máximo de tempo permitido pela UEFA antes do EURO 2012. Vamos tentar jogar em Baku duas semanas antes do início da fase final. Queremos disputar um encontro com a Letónia em Dezembro, pois eles estão a jogar muito bem. No entanto, temos de encontrar adversários para jogos de preparação em Setembro, Outubro e Novembro. Queremos defrontar Espanha, Brasil ou Itália. Quantos mais desafios, melhor será para os nossos jogadores. Tudo isto implica despesas acrescidas, mas queremos discutir as medalhas.

Roberto Menichelli seleccionador de Itália (vencedora do Grupo 6)
Estou orgulhoso por trabalhar com uma equipa como esta. Não tivemos um torneio fácil, especialmente no terceiro jogo, pois a Eslovénia defendeu muito bem, mas mostrámos a nossa qualidade e não tenho dúvidas que merecemos ganhar o grupo. Tenho de felicitar a Eslovénia pelas boas exibições e estou feliz por eles também terem garantido a qualificação para o EURO 2012. Correu tudo muito bem aqui em Lasko e a organização eslovena está de parabéns.

Repórteres: Abbas Zahidi, Giovanni de Paola, Sebastian Skierski, Paul-Daniel Zaharia, Viktor Sharafudinov e Rok Šinkovc