O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Hungria à altura das exigências

István Huszár disse ao UEFA.com ter ficado bastante satisfeito pela forma como a federação húngara esteve à altura do desafio de organizar o primeiro Europeu de Futsal com 12 participantes.

A selecção anfitriã atraiu assistências numerosas
A selecção anfitriã atraiu assistências numerosas ©UEFA.com

O recente Campeonato da Europa de Futsal, na Hungria, foi o maior já realizado. O primeiro a decorrer em vários locais do mesmo país, em vez de numa única cidade, e alargado a 12 selecções, o torneio registou igualmente um recorde no número de espectadores presentes. István Huszár, director do torneio, mostrou-se bastante satisfeito pela forma como a Federação Húngara de Futebol (MLSZ) esteve à altura das exigências.

"Queríamos organizar um grande torneio na Hungria para a UEFA, por isso propusemos dois pavilhões topo de gama e modernos, a Papp László Budapest Sportarena, em Budapeste, e a Főnix Arena, em Debrecen, para receber os jogos", disse Huszár ao UEFA.com. "Tivemos vários assuntos em atenção; o alargamento para 12 equipas, dois pavilhões e duas cidades – Debrecen e Budapeste – que, em termos logísticos, não se revelou fácil. Mas ficámos felizes por o fazer, como é óbvio. Esperávamos que os participantes também ficassem satisfeitos. As suas reacções foram positivas".

Os adeptos também gostaram do evento, especialmente nos jogos da Hungria na fase de grupos, em Budapeste, o segundo dos quais frente à República Checa, que perderam por 6-5, mas que foi pleno de emoção, diante de um recinto esgotado, com sete mil espectadores. No entanto, todos os encontros, em ambas as cidades, atraíram assistências numerosas. "Foi um evento a nível nacional", disse o director do torneio. "Antes da prova, vendemos todos os bilhetes para os dois jogos da Hungria e para a final. Registámos assistências excelentes em Budapeste e Debrecen. Comparado com outros torneios de futsal na Hungria, as assistências foram muito boas porque a modalidade ainda está numa fase de desenvolvimento. Pensámos que o EURO seria um excelente evento para beneficiar o futuro do futsal húngaro".

Para atingir esse fim, a realização da fase final serviu para dar oportunidade aos jogadores do futuro no futsal húngaro. "Ficámos muito agradados pelo facto de a Federação de Desportos Escolares da Hungria ter aderido ao programa", disse Huszár. "Este é um desporto para gente jovem. Disputou-se a final de cada condado antes dos jogos até às meias-finais e jogarem nestes pavilhões revelou-se um momento alto para os miúdos. Não vão esquecer o futsal depois de um evento deste calibre".

Certamente a promoção do futsal na Hungria foi um dos objectivos visados pela MLSZ ao organizar este torneio. "As pessoas não se apercebem do quão rápido e dinâmico é este jogo, sendo que também tiveram a oportunidade de ver como a modalidade é praticada noutros países", acrescentou Huszár, antigo vice-presidente do Comité de Futsal e Futebol de Praia da UEFA. "Durante o torneio, tive conhecimento das reacções positivas dos adeptos e da comunicação social. Espero que consigamos manter o seu apoio".