Espanha também segue para as meias-finais

Eslovénia 0-4 Espanha
Uma exibição segura valeu à campeã europeia um embate ante a Rússia nas meias-finais do Europeu de Futsal.

Espanha também segue para as meias-finais
Espanha também segue para as meias-finais ©UEFA.com

A campeã Espanha venceu a Eslovénia, por 4-0, nos quartos-de-final do UEFA Futsal EURO 2014, agendando dessa forma um embate ante a Rússia nas meias-finais.

Uma exibição segura do conjunto orientado por José Venancio López revelou-se mais do que suficiente para afastar uma equipa que havia derrotado a Itália na fase de grupos, com os golos de Fernandao, Rafael Usín e Aicardo (2) a fazerem a diferença no Sportpaleis de Antuérpia.

A Eslovénia entrou muito concentrada e desinibida, reclamando mesmo para si o primeiro momento de perigo do encontro, com Rafa a sacudir o potente disparo de primeira de Gašper Vrhovec. A Espanha aguentou o embate inicial e respondeu na mesma moeda, tendo Alen Mordej de se aplicar a fundo para deter o disparo de Raúl Campos.

Miguelín quase festejou aos seis minutos, mas Mordej conseguiu tocar na bola com a ponta dos dedos e desviou para canto. O jogo não era, contudo, propício a muitos espaços e situações que permitissem alvejar qualquer uma das balizas, imperando as marcações cerradas e o acerto defensivo de parte a parte.

Os eslovenos ia tentando por várias vezes a sua sorte com remates de longa distânia e numa dessas ocasiões a bola levou mesmo a direcção certa, decorria o minuto 12, mas Rafa negou o 1-0 a Alen Fetič. Contudo, a superior experiência espanhola veio ao de cima quase na jogada imediata. Um lance estudado viu Sergio Lozano fugir na direita e cruzar para o segundo poste, onde Fernandao apenas teve de encostar para o tento inaugural.

A Espanha fez valer o seu estatuto de campeã até ao intervalo, não mais dando veleidades ao seu adversário e chegando mesmo ao segundo golo a dois minutos do descanso, quando Rafael Usín aproveitou a passividade da defesa eslovena para atirar a contar com o pé esquerdo.

Com dois golos de vantagem, a campeã da Europa abordou a etapa complementar plena de confiança, isto perante uma Eslovénia que denotava cada vez mais dificuldades para contrariar as movimentações contrárias. O 2-0 ia, porém, mantendo algumas das esperanças eslovenas, com um golo da formação de Andrej Dobovičnik a poder relançar a partida.

Alen Mordej também foi contribuindo para esse cenário com algumas impressionantes defesas, nomeadamente quando parou os disparos sucessivos de Miguelín e Usín, mas os eslovenos não tiveram forças e engenho para tal, nem mesmo quando recorreram ao guarda-redes avançado.

Ao invés, foi mesmo a Espanha a fechar as contas por intermédio de Aicardo, que bisou nos três derradeiros minutos. Os espanhóis continuam, assim, no bom caminho para chegarem ao seu quinto título europeu consecutivo.

Topo