Rússia demasiado forte para a Roménia

Roménia 0-6 Rússia
A Rússia não teve dificuldade em apurar-se para as meias-finais ajudada por mais três golos de Eder Lima, melhor marcador do torneio.

Rússia demasiado forte para a Roménia
©UEFA.com

A Rússia realizou a terceira exibição ofensiva de luxo e garantiu o apuramento para as meias-finais do UEFA Futsal EURO 2014.

A Roménia tinha perdido por 2-1 com a Rússia na fase de qualificação, em Março, mas desta vez o resultado foi bem mais desnivelado. Eder Lima marcou três golos e elevou para sete a conta pessoal na competição, da qual é o melhor marcador, enquanto a selecção russa já facturou 17. Segue-se, na quinta-feira, a Espanha ou a Eslovénia.

Eder Lima acertou no poste logo a abrir, enquanto na outra baliza Gustavo deteve o remate de Marian Șotărcă, após um alívio longo de Vlad Iancu. No entanto, o guarda-redes romeno nada pôde fazer frente ao remate de longe de Robinho, que inaugurou o marcador aos três minutos.

Emil Răducu, cujo colega de equipa, Ion Al-Ioani, estava lesionado, quase desviou de cabeça para a sua baliza, mas evitou o pior em cima da linha com um pontapé-de-bicicleta. Mas o 2-0 não demorou muito a acontecer, com Vladislav Shayakhmetov a avançar no terreno, trocando a bola com Cirilo, antes de concluir o lance. Depois, Shayakhmetov passou de marcador a assistente, com o seu remate a ser defendido por Iancu e Eder Lima a marcar na recarga.

Andrei Grigoraş substituiu Iancu, enquanto Răducu viu o seu remate ser defendido por Gustavo. A Rússia, mal sentindo a falta do castigado Pula, voltou a ameaçar quando o remate portentoso de Sergei Sergeev embateu no ferro da baliza, situação também vivida por Dmitri Lyskov. Mas não demorou muito até Grigoraş ser novamente batido, numa bola picada por Eder Lima depois de ter desarmado Cosmin Gherman no meio-campo.

O capitão romeno, Robert Lupu, passou a desempenhar o papel de guarda-redes avançado na segunda parte, apesar de Grigoraş ter regressado para evitar que o remate à queima-roupa de Eder Lima fosse bem-sucedido. Com o jogador de campo adicional a permitir à Roménia ter mais posse de bola, Gustavo teve mais trabalho do que na primeira parte, apesar de Sergei Abramov ter colocado a bola junto ao poste e Grigoraş ter mergulhado para impedir o toque de calcanhar de Eder Lima.

Ainda assim, o quinto golo acabou por acontecer, com Sergeev a concluir um passe de Lyskov, enquanto Eder Lima, aproveitando um mau passe, atirou para a baliza vazia mas a bola saiu por cima da barra. Acabou por alcançar o "hat-trick", num lance idêntico, depois de a Roménia perder a bola no meio-campo. Tal como nas presenças anteriores na fase final, em 2007 e 2012, os romenos acabaram afastados nos quartos-de-final.

Topo