Espanha confiante antes do jogo decisivo

"Somos a Espanha e eles devem temer-nos", salientou o seleccionador espanhol, Sergio Lozano, antes do decisivo embate dos campeões europeus com a República Checa.

Espanha confiante antes do jogo decisivo
©UEFA.com

Espanha, campeã europeia em título, e República Checa partem para o seu jogo decisivo no Grupo B determinadas em fazer melhor do que os empates 3-3 que ambas somaram diante da Croácia.

Nesses dois embates a Croácia vencia por 2-1 ao intervalo, esteve a perder 3-2 mas acabou por empatar ao cair do pano graças a um golo do guarda-redes avançado Matija Capar. Um triunfo permitirá a espanhóis ou checos seguirem em frente como vencedores do grupo, deixando os derrotados fora da competição, enquanto um empate inferior a 3-3 levará o segundo lugar a ser determinado pelo coeficiente de fair play.

A Espanha, em busca do seu quinto título europeu consecutivo, tem o favoritismo do seu lado, mas sabe que tem de melhorar. "Continuamos confiantes", garantiu ao UEFA.com o seleccionador espanhol, José Venancio López. "Mas não temos margem de erro. Teremos de corrigir o que fizemos mal no primeiro jogo e tentar fazer uma grande partida este domingo."

"É bom termos pressão sobre nós. Isso torna-nos mais fortes e estou convicto de que vamos realizar uma grande exibição. Temos um jogo decisivo pela frente e não podemos falhar."

"O ambiente dentro da equipa é bom. Temos uma mentalidade positiva e sabemos o que há a fazer. Sabemos, também, o que temos de mudar em relação ao primeiro jogo e estamos muito motivados. Estamos a jogar por um lugar nos quartos-de-final e todos os adversários são complicados quando tudo se decide num só jogo."

Sergio Lozano acrescentou: "A Espanha vai procurar vencer pela maior diferença de golos possível. O nosso objectivo é ficar no primeiro lugar do grupo e não nos importamos com quem nos surja pela frente nos quartos-de-final. Somos a Espanha e eles devem temer-nos. A Espanha joga sempre para ganhar."

A República Checa perdeu todos os anteriores embates com Espanha, tendo o mais recente e também o mais importante desses empates terminado com uma derrota por 8-1 nas meias-finais do Campeonato da Europa de Futsal de 2010. Roman Mareš, principal estrela da selecção checa, falhou esse torneio mas Espanha não tem, para si, quaisquer segredos.

"Tratam-se dos antigos campeões do Mundo e dos actuais campeões europeus. Vai ser muito difícil, mas não vamos entrar para o jogo pessimistas", salientou. "Vamos desfrutar do encontro e dar o nosso melhor, mas vai ser complicado."

O guarda-redes Libor Gerčák acrescentou: "O jogo começa 0-0 e vamos tentar tudo para vencer. Lembro-me do jogo em Debrecen, no qual perdemos a meia-final por 8-1. A Espanha é favorita para vencer este EURO, mas nós temos a obrigação de dar o nosso melhor."

Topo