Eslovénia mostra "grande coração"

Andrej Dobovičnik falou de espírito de luta para justificar o surpreendente triunfo da Eslovénia por 3-2 sobre a Itália, equipa que promete melhorar no próximo jogo.

A Eslovénia festeja o triunfo sobre a Itália
©Sportsfile

Andrej Dobovičnik, seleccionador da Eslovénia
Esta é a primeira vez que a Eslovénia vence numa fase final. Estávamos cientes, tendo em conta os jogos anteriores, que seria muito complicado bater a Itália. Mas aconteceu na altura certa e os jogadores mostraram a sua força em campo. Ambas as equipas prepararam-se bem para o jogo, sendo que não houve grandes surpresas. Aquilo que colocou a Eslovénia numa melhor posição foi o nosso espírito de luta no terreno de jogo.

Roberto Menichelli, seleccionador da Itália
Defrontámos uma equipa em grande forma, algo que eu repeti insistentemente aos jornalistas e jogadores antes do jogo. Alguns pensaram que eu estava a dizer disparates, mas estava certo. Hoje em dia no futsal temos de jogar no nosso melhor contra qualquer adversário, caso contrário vamos ter problemas. Não jogámos bem, mas também porque o nosso adversário não nos permitiu isso. A Eslovénia pode, na minha opinião, competir com as grandes equipas da Europa.

Agora podemos apenas centrar a nossa atenção no nosso próximo jogo. Espero outra partida complicada contra o Azerbaijão. Penso que será um embate muito equilibrado e impossível de prever.

Topo