Concentração é palavra de ordem para Portugal frente à Letónia

Mesmo após duas goleadas na Qualificação Europeia, Fernando Santos continua a ser prudente sobre Portugal. "Somos favoritos, mas não porque o adversário é fraco", referiu.

©AFP/Getty Images
  • Portugal tenta terminar o ano com terceira vitória seguida na fase de qualificação do Campeonato do Mundo de 2018
  • Em quatro jogos frente à Letónia, a equipas das "quinas" venceu sempre
  • Fernando Santos aceita favoritismo, mas diz que Portugal tem de o provar em campo
  • Lesionados João Moutinho e Pepe (também castigado) são baixas de peso
João Mário na conferência de imprensa de antevisão do Portugal - Letónia
João Mário na conferência de imprensa de antevisão do Portugal - Letónia©AFP/Getty Images

Fernando Santos, seleccionador de Portugal
É um jogo importante para nós, contra um adversário que nos vai criar dificuldades. Obviamente que somos favoritos, mas não porque os outros são fracos. Teremos de mostrar isso em campo e encarar o jogo com a atitude correcta. Não há euforia por causa das goleadas nas jornadas anteriores, porque para nós o que conta são os jogos que estão para vir e não os que ficaram para trás.

Se não formos uma equipa consistente, bem colectivamente em campo, não ganhamos jogos. Tenho 24 jogadores à disposição, sei qual a equipa que vai jogar e eles sabem o que têm de fazer. Falta apenas abordar algumas questões relativas ao jogo, dentro do que é normal.

João Mário, médio de Portugal
Tenho a certeza que a equipa terá de trabalhar bastante para conquistar os três pontos, sempre respeitando o adversário, pois só assim teremos sucesso. Não há jogos fáceis e nos últimos [Andorra e Ilhas Faroé], apesar dos resultados dilatados, tivemos de dar o máximo. Vimos vídeos da Letónia e iremos estar preparados, entrando em campo de forma a vencer o jogo.

Será sinal de respeito se isso acontecer [a Letónia se apresentar de forma defensiva]. Vão defrontar o campeão da Europa, sabem que têm de ter cautelas. No entanto, não podemos achar que a vitória está garantida. Agora há outra responsabilidade e todas as equipas querem vencer Portugal. Isso dificulta a nossa tarefa e obriga-nos a trabalhar muito mais.

Marians Pahars, seleccionador da Letónia
Não será fácil defrontar Portugal. Penso que temos de ser compactos, jogar como equipa. É a única maneira, porque em termos de individualidades, os jogadores portugueses são muito talentosos e difíceis de parar.

É um jogo grande para a equipa e para os rapazes, porque defrontar o campeão europeu é sempre fantástico. Não é necessário colocar motivação extra no jogo, estão todos motivados por ser o adversário que é. Espero que os meus jogadores joguem futebol, não só a defender, mas também a criar jogo.

Topo