Espanha, Polónia, Ucrânia e Irlanda bem lançadas

Espanha e Polónia prolongaram os arranques perfeitos na qualificação, enquanto a Ucrânia aumentou a vantagem no topo do grupo de Portugal.

Sergio Ramos comemora depois de marcar por Espanha no estádio do seu clube
Sergio Ramos comemora depois de marcar por Espanha no estádio do seu clube ©Getty Images
  • Espanha bate Suécia e fica com vantagem de cinco pontos na liderança
  • Lewandowski marca e Polónia segue só com vitórias 
  • Ucrânia e Irlanda aumentam vantagens na liderança 
  • República Checa mais perto da Inglaterra
  • Classificações; qualificação continua em Setembro

GRUPO A

República Checa 3-0 Montenegro
Os checos conseguiram o segundo triunfo consecutivo em casa com uma exibição dominadora frente a Montenegro, que continua sem vitórias. Um cruzamento longo de Pavel Kadeřábek foi correspondido por um belo remate de primeira de Jakub Jankto na primeira parte. Após o intervalo, Patrik Schick mostrou toda a sua técnica com um cruzamento que forçou Boris Kopitović a fazer um auto-golo. Houve ainda tempo para Schick converter uma grande penalidade que deixou a sua equipa na liderança do grupo em igualdade pontual com a Inglaterra, que tem menos um jogo disputado.  

Bulgária 2-3 Kosovo
Elba Rashani marcou um golo de cabeça no final do período de compensação que deu a primeira vitória ao Kosovo em jogos oficiais. Os kosovares foram os primeiros a marcar, com Milot Rashica a tirar partido da defesa búlgara não ter conseguido afastar um cruzamento. Pouco antes do intervalo, Ivelin Popov empatou com um disparo de fora da área. Kristian Dimitrov, que fez a estreia pela Bulgária na sexta-feira, entrou ao intervalo e, dez minutos depois, marcou o primeiro golo pela selecção, mas Vedat Muriqi empatou de novo na conclusão de uma boa jogada. O suplente Rashani marcou o golo da vitória que deixou o Kosovo com cinco pontos, e sem derrotas há 14 jogos. 

GRUPO B

Ucrânia 1-0 Luxemburgo
A Ucrânia deu sequência à excelente vitória sobre a Sérvia com um triunfo tangencial sobre a aguerrida selecção do Luxemburgo. Ruslan Malinovskyi fez um cruzamento tenso aos seis minutos, que Roman Yaremchuk cabeceou para a baliza. Um golo suficiente para deixar a equipa de Andriy Shevchenko com seis pontos de vantagem na liderança.

©Getty Images

Sérvia 4-1 Lituânia
A Sérvia conquistou a primeira vitória no grupo em grande estilo, com três golos marcados em apenas 16 minutos na primeira parte. Aleksandar Mitrović apontou os dois primeiros, antes de Luka Jović fazer o 3-0 com um remate soberbo de pé esquerdo. Arvydas Novikovas ainda reduziu a desvantagem da Lituânia, mas a última palavra pertenceu ao avançado Adem Ljajić, que deixou a Sérvia em igualdade com o Luxemburgo no segundo lugar. 

GRUPO D

República da Irlanda 2-0 Gibraltar
A Irlanda conseguiu a segunda vitória apertada sobre Gibraltar, mas aumentou a vantagem no comando do grupo para cinco pontos. Um auto-golo de Joseph Chipolina fez a diferença entre as equipas até ao período de compensação, quando James McClean cruzou para um cabeceamento certeiro de Robbie Brady que terminou com a ansiedade irlandesa.

PHOTO src="2609891" size="mediumLandscape" align="Right" caption=" " ]

Dinamarca 5-1 Geórgia
A Dinamarca conquistou a primeira vitória no Grupo D à terceira tentativa, tendo marcado cinco golos, e subiu ao segundo lugar, a cinco pontos da Irlanda. Kasper Dolberg abriu a contagem e uma grande penalidade de Christian Eriksen voltou a dar a liderança à equipa da casa depois de Saba Lobzhanidze ter empatado aos 25 minutos. Dolberg, Yussuf Poulsen e Martin Braithwaite deram motivos para o público da casa festejar na última meia-hora.  

GRUPO F

Espanha 3-0 Suécia
A Espanha somou a quarta vitória em quatro jogos ao bater a Suécia no Santiago Bernabéu, apesar de uma exibição soberba do guarda-redes Robin Olsen. Sergio Ramos e Álvaro Morata converteram duas grandes penalidades no segundo tempo, antes do suplente Mikel Oyarzabal se estrear a marcar pelo seu país, com um excelente remate parto do final. 

©Domenic Aquilina

Malta 0-4 Roménia
A Roménia igualou a Suécia em sete pontos depois de marcar cedo em Malta já que, apesar do remate ter ficado preso sob o pé George Pușcaș, a bola saltou e passou por Henry Bonello. Pușcaș acertou na trave, antes de apontar o segundo, pouco antes de Alexandru Chipciu fazer o 3-0 perto do intervalo com um disparo de fora da área. Chipciu foi expulso perto do final, mas Dennis Man aumentou para 4-0 aos 90 minutos.

Ilhas Faroé 0-2 Noruega
Dois cabeceamentos certeiros de Bjorn Johnsen mantiveram o registo perfeito da Noruega frente às Ilhas Faroe mas, mais importante ainda, valeram a primeira vitória desta campanha. O atacante do AZ Alkmaar correspondeu a um cruzamento de Ole Selnæs logo após o reinício e bisou na sequência de um passe do flanco direito de Omar Elabdellaoui. A Noruega fica a dois pontos da Suécia e da Roménia.  

GRUPO G

©Getty Images

Polónia 4-0 Israel
A Polónia fez uma exibição implacável e somou a quarta vitória em quatro jogos, ficando com uma vantagem de cinco pontos sobre Israel, que ainda não tinha perdido. Krzysztof Piątek fez o primeiro golo aos 35 minutos com um remate ao primeiro poste. Na segunda parte, Robert Lewandowski converteu uma grande penalidade no jogo em que igualou o recorde de 106 internacionalizações pela Polónia de Jakub Błaszczykowski, antes de Kamil Grosicki e o suplente Damian Kądzior também marcarem. 

Macedónia do Norte 1-4 Áustria
A Áustria conseguiu uma sensacional reviravolta e subiu ao terceiro lugar por troca com os anfitriões. Martin Hinteregger fez um auto-golo que deu vantagem à equipa da casa, mas o jogo virou quando Konrad Laimer cruzou para um remate de primeira de Valentino Lazaro aos 39 minutos. Os visitantes arrancaram para a vitória após o intervalo, com Marko Arnautović a converter um penalty e a fazer o terceiro golo de cabeça. O resultado final ficou estabelecido quando um rápido contra-ataque terminou com um auto-golo de Egzon Bejtulai. 

Letónia 5-0 Eslovénia
A Eslovénia marcou pela primeira vez cinco golos fora de casa num jogo oficial, com Domen Črnigoj a apontar os primeiros golos pela selecção e Josip Iličić a também bisar na primeira parte. Miha Zajc fez o 5-0 logo após o intervalo e a Eslovénia ficou a dois pontos do segundo lugar de Israel.  

Topo