Ronaldo de regresso em convocatória com três estreias

O regresso de Cristiano Ronaldo é a principal novidade nos 25 convocados de Portugal para os jogos da Qualificação Europeia para o UEFA EURO 2020 com Ucrânia e Sérvia.

Cristiano Ronaldo está de volta para liderar o ataque de Portugal
Cristiano Ronaldo está de volta para liderar o ataque de Portugal ©AFP/Getty Images

Fernando Santos revelou os 25 convocados de Portugal para os jogos com Ucrânia e Sérvia, de qualificação para o EURO 2020, salientando-se quatro novidades relevantes no lote.

Não tendo alinhado em qualquer partida da fase de qualificação da UEFA Nations League e tendo feito o último jogo por Portugal frente ao Uruguai, no Campeonato do Mundo de 2018, Cristiano Ronaldo está finalmente de volta ao eleitos. Além do regresso do capitão de Portugal, há a assinalar três estreias: João Félix foi chamado pela primeira vez à equipa principal e terá a companhia de Diogo Jota, com quem formou o ataque na última campanha dos Sub-21; a completar este quarteto está o luso-brasileiro Dyego Sousa, do Braga, um dos goleadores da Liga portuguesas.

Além destas alterações, e em relação à última convocatória, registam-se as entradas de José Sá, Pepe, Nélson Semedo, Pizzi e João Moutinho, e as saídas de Cláudio Ramos, Cédric Soares, Luís Neto, André Gomes, Renato Sanches, Bruma e Éder.

Em declarações na conferência de imprensa, o seleccionador disse: "O importante é percebermos que este é um novo ciclo e, pela primeira vez, Portugal vai entrar numa competição como campeão. Esta é uma nova caminhada de grande responsabilidade, em que temos como objectivo chegar à fase final e tentar revalidar o título, algo que já de si é muito complicado. É importante que todos os portugueses estejam connosco, como sempre estiveram".

Os duelos com Ucrânia e Sérvia estão marcados para os dias 22 e 25 de Março, respectivamente, com início às 19h45 e ambos no Estádio do Sport Lisboa e Benfica.

Convocatória completa:
Guarda-redes
Beto (Goztepe), José Sá (Olympiakos) e Rui Patrício (Wolverhampton).

Defesas
João Cancelo (Juventus), Nélson Semedo (Barcelona), José Fonte (Lille), Pepe (Porto), Rúben Dias (Benfica), Raphael Guerreiro (Dortmund) e Mário Rui (Nápoles).

Médios
Danilo Pereira (Porto),  Rúben Neves (Wolverhampton), William Carvalho (Betis), Bruno Fernandes (Sporting), João Mário (Inter), João Moutinho (Wolverhampton) e Pizzi (Benfica).

Avançados
Bernardo Silva (Manchester City), João Félix (Benfica), Gonçalo Guedes (Valência) Rafa Silva (Benfica), André Silva (Sevilha), Cristiano Ronaldo (Juventus), Diogo Jota (Wolverhampton) e Dyego Sousa (Braga).

Topo