Seleccionadores europeus que regressaram ao cargo

Dick Advocaat vai orientar a Holanda pela terceira vez, o mesmo se passando com Aleksandrs Starkovs na Letónia. Que outros treinadores não conseguem resistir ao apelo do seu país?

Advocaat e outros regressos a selecções

Dick Advocaat assumiu pela terceira vez o comando da selecção da Holanda, enquanto Aleksandrs Starkovs e Fatih Terim também esperam que á terceira seja de vez. O UEFA.com apresenta os seleccionadores nacionais que mais vezes estiveram no comando dos seus países.

10: Stoyan Ormandzhiev (Bulgária: 1950–53, 1953, 1954–55, 1956–57, 1957–60, 1972, 1974, 1974–75, 1976, 1977)

7: Hristo Mladenov (Bulgária: 1972–73, 1973, 1973–74, 1974, 1976, 1977, 1986–87) 

O estatuto dos seleccionadores da Bulgária até à década de 1980 foi bastante confuso. Os calendários irregulares levavam a que muitas vezes os treinadores mudassem de jogo para jogo, com a selecção nacional a ser dirigida por um comité federativo. As dez passagens de Stoyan Ormandzhiev pelo comando da Bulgária permitiram-lhes estabelecer o recorde de 77 jogos. Formado na União Soviética, levou o seu país à conquista do bronze olímpico em Melbourne, em 1956. Morreu em 2006 aos 86 anos.

5: Karl Gudmundsson (Islândia: 1954–56, 1959, 1961, 1963–65, 1966) 

Karl Gudmundsson era professor de educação física e não tinha acesso a formação específica em futebol na Islândia, pelo que emigrou para o estrangeiro em busca de conhecimento no final da década de 1940, tendo passado por Chelsea e Arsenal, assim como pela Alemanha. O antigo defesa do Fram Rejkyavík colocou em prática o que aprendeu, em cinco passagens como seleccionador da Islândia, mas também treinou o Lillestrøm e o Sandefjord na Noruega. Faleceu em 2012.

Rinus Michels foi seleccionador da Holanda em quatro ocasiões
Rinus Michels foi seleccionador da Holanda em quatro ocasiões©Getty Images

4: Loro Boriçi (Albânia: 1957–63, 1965–72, 1976, 1981) 
4: Valeriy Lobanovskiy (União Soviética: 1975–76, 1982–83, 1986–90, Ucrânia: 2000–01)
4: Rinus Michels (Holanda: 1974, 1984–85, 1986–88, 1990–92)
4: Angelo Niculescu (Roménia: 1967, 1967–71, 1971–72, 1972–73)
4: Vittorio Pozzo (Itália: 1912, 1921, 1924, 1929–48)
4: Ivan Radoev (Bulgária: 1939, 1942, 1947, 1950) 
4: Nikita Simonyan (União Soviética: 1963, 1964, 1977–79, 1988)
4: Valentin Stănescu (Roménia: 1964, 1971, 1973–75, 1980–81)
4: Emerich Vogl (Roménia: 1943–45, 1947, 1947–1948, 1950–52) 

Actuais treinadores na terceira passagem pela selecção
3: Dick Advocaat
(Holanda: 1992–94, 2002–04, 2017–)
3: Aleksandrs Starkovs (Letónia: 2001–04, 2007–13, 2017–)
3: Fatih Terim (Turquia: 1993–96, 2005–09, 2013–)

Topo