Portugal e Bélgica goleiam, França vence clássico

O golo de Christian Benteke logo aos 8,1 segundos deu o mote para uma noite entusiasmante, especialmente para o jovem André Silva, autor de um "hat-trick" por Portugal.

©AFP/Getty Images

Grupo A
Holanda 0-1 França

A França levou a melhor neste clássico do futebol, mantendo-se a par da Suécia no topo do Grupo A. O remate de longe de Paul Pogba foi decisivo e os gauleses podiam inclusive ter construído uma goleada.

Suécia 3-0 Bulgária
A Suécia continua a brilhar no Grupo A, ao mesmo tempo que piorou as perspectivas da Bulgária. Dois golos à beira do intervalo ajudaram ao triunfo, numa partida em que o benfiquista Victor Lindelöf também marcou.

Bielorrússia 1-1 Luxemburgo
Apesar de jogar contra dez desde os 44 minutos, a Bielorrússia não foi além de um empate com o Luxemburgo. O suplente Pavel Savitski marcou para os anfitriões mas Aurélien Joachim respondeu logo de seguida.

André Silva, avançado de 20 anos do Porto, marcou três golos por Portugal
André Silva, avançado de 20 anos do Porto, marcou três golos por Portugal©AFP/Getty Images

Grupo B
Leia a crónica do Ilhas Faroé 0-6 Portugal

Letónia 0-2 Hungria
A Hungria voltou a vencer após a ronda inaugural do UEFA EURO 2016. Os golos de Ádám Gyurcsó e Ádám Szalai ajudaram a alcançar o quinto sucesso em seis jogos diante da Letónia.

Andorra 1-2 Suíça
O conjunto helvético manteve o registo 100 por cento vitorioso, apesar de ter somado um triunfo mínimo frente a uma equipa que perdeu os últimos 57 jogos oficiais.

A Bélgica foi demasiado forte no Algarve
A Bélgica foi demasiado forte no Algarve©AFP/Getty Images

Grupo H
Gibraltar 0-6 Bélgica

Christian Benteke marcou logo aos 8.1 segundos e viria a completar um "hat-trick", o seu primeiro pela Bélgica. A equipa de Roberto Martínez conta com três vitórias no Grupo H, todas sem sofrer golos.

Bósnia e Herzegovina 2-0 Chipre
Eden Džeko bisou nos últimos 20 minutos decidiu a partida, depois da goleada sofrida na sexta-feira, e ajudou a prolongar para sete jogos a invencibilidade caseira sob o comando de Mehmed Baždarević.

Estónia 0-2 Grécia
A Grécia somou a terceira vitória seguida, que se deveu a um excelente aproveitamento ofensivo, já que Vasilis Torosidis e Kostas Stafylidis marcaram em dois dos três remates helénicos.

Topo