Alemanha em grande, Lewandowski faz "hat-trick"

A Alemanha conseguiu um excelente triunfo caseiro, por 3-0, frente à República Checa, Robert Lewandowski foi decisivo na vitória da Polónia sobre a Dinamarca, a Inglaterra venceu e o Azerbaijão fez história.

Thomas Müller bisou pela Alemanha
Thomas Müller bisou pela Alemanha ©Getty Images
  • Alemanha brilha no triunfo sobre a República Checa, enquanto o Azerbaijão consegue uma vitória histórica
  • “Hat-trick” de Robert Lewandowski basta à Polónia, Roménia e Montenegro marcam cinco
  • Inglaterra soma seis pontos depois de vencer Malta, enquanto Eslovénia e Lituânia também vencem
  • Próximos jogos destes grupos agendados para terça-feira
  • Terceiro conjunto de jogos começam no domingo, com Espanha e Itália em campo

Grupo C
Alemanha 3-0 República Checa
Os campeões do mundo mostraram estar em grande forma em Hamburgo, com Thomas Müller a bisar e Toni Kroos a marcar pelo meio com um belo remate de primeira da entrada da área. Müller já conta com quatro golos na qualificação e a Alemanha soma seis pontos, mais cinco  que os checos.

Azerbaijão 1-0 Noruega
Uma grande penalidade convertida por Maksim Medvedev aos 11 minutos foi suficiente para o triunfo do Azerbaijão que, como já tinha batido San Marino, somou pela primeira vez duas vitórias na qualificação para um Campeonato do Mundo, uma proeza conseguida em apenas dois jogos. A Noruega criou mais oportunidades, mas continua sem pontuar.

Irlanda do Norte 4-0 San Marino
Uma grande penalidade de Steven Davis foi complementada por dois golos tardios de Kyle Lafferty, com Jamie Ward a também contribuir para a goleada que deixou a Irlanda do Norte com quatro pontos, antes da deslocação de terça-feira à Alemanha. San Marino viu Mirko Palazzi ser expulso no início do segundo tempo, quando o marcador ainda estava em 1-0.

©AFP/Getty Images

Grupo E
Polónia 3-2 Dinamarca
Um “hat-trick” de Robert Lewandowski foi suficiente para a Polónia para atingir os quatro pontos, mas a vantagem de 3-0 foi reduzida depois de um auto-golo de Kamil Glik e um remate certeiro de Yussuf Pulsen a 21 minutos do final. Lewandowski marca há sete jogos seguidos na qualificação e levou ao fim do arranque vitorioso da Dinamarca sob o comando de Åge Hareide.

Arménia 0-5 Roménia
A expulsão de Gor Malakyan aos três minutos, por evitar um golo com a mão, esteve na origem da derrota mais pesada de sempre da Arménia em casa. Bogdan Stancu converteu a grande penalidade e aos 12 minutos o marcador já estava em 3-0, com golos de Adrian Popa e Răzvan Marin, que se estreou a marcar na selecção. Nicolae Stanciu e Alexandru Chipciu completaram o resultado final, com a Roménia a atingir os quatro pontos, enquanto a Arménia continua em branco. 

Montenegro 5-0 Cazaquistão
Montenegro conseguiu o triunfo mais folgado de sempre em casa. Žarko Tomašević marcou o único golo da primeira parte com um desvio de cabeça, mas os anfitriões estiveram imparáveis no segundo tempo. Nikola Vukčević marcou com um cabeceamento, Stevan Jovetić fez o terceiro golo, enquanto Fatos Bećiraj e Stefan Savić levaram o marcador até aos 5-0 e deixaram Montenegro com quatro pontos.

©Getty Images

Grupo F
Inglaterra 2-0 Malta
O primeiro jogo de Gareth Southgate com seleccionador interino de Inglaterra rendeu a segunda vitória na Qualificação Europeia, graças aos golos de Daniel Sturridge e Dele Alli na primeira parte. Jesse Lingard fez a sua estreia, enquanto Ryan Bertrand saiu lesionado no primeiro tempo.

Eslovénia 1-0 Eslováquia
O suplente Rok Kronaveter apontou o primeiro golo pela selecção aos 74 minutos - um remate de primeira viagem da entrada da área na conclusão de uma boa jogada – e a Eslovénia passou a somar quatro pontos. Matúš Kozáčík tinha desviado um remate de Romand Bezjak para o ferro no final da primeira parte, mas a Eslováquia continua sem pontuar.

Escócia 1-1 Lituânia
Um cabeceamento de James McArthur aos 89 minutos deu um ponto à Escócia e levou a que a Lituânia esteja há dois anos sem vencer fora de casa. O capitão Fiodor Černych tinha inaugurado o marcador antes da hora de jogo, num contra-ataque, mas a equipa de Gordon Strachan dominou a posse de bola e agora tem quatro pontos, mais dois que a Lituânia.

Topo