Portugal e França começam mal a qualificação

Portugal, campeão europeu, perde o jogo inaugural da qualificação na Suíça, enquanto a França empatou na Bielorrússia. Já Grécia e Bósnia e Herzegovina começaram da melhor maneira.

Fernando Santos viu Portugal continuar a perder Basileia
Fernando Santos viu Portugal continuar a perder Basileia ©AFP/Getty Images

Grupo A
Suécia 1-1 Holanda
Ninguém saiu por cima na Friends Arena, no primeiro jogo oficial de Jan Andersson no banco da Suécia. Um chapéu de Marcus Berg colocou os da casa na frente antes do intervalo, mas o tento de Wesley Sneijder, a meio do segundo tempo, fez o resultado final, naquele que foi o primeiro jogo dos suecos sem Zlatan Ibrahimović.

Olivier Giroud depois de acertar na barra na Bielorrússia
Olivier Giroud depois de acertar na barra na Bielorrússia©AFP/Getty Images

Bielorrússia 0-0 França
Os finalistas vencidos do UEFA EURO 2016 continuam em maré negativa depois de não irem além de um nulo no arranque da qualificação. Timofei Kalachev e Nikolai Signevich assustaram a defesa da França na primeira parte, enquanto, na outra baliza, Andrei Gorbunov negou o golo a Antoine Griezmann e Olivier Giroud acertou na barra, de cabeça.

Bulgária 4-3 Luxemburgo
Os dois conjuntos marcaram nos descontos da segunda parte, com Alexander Tonev a ter a última palavra depois de Florian Bohnert ter feito o 3-3. Um remate à boca da baliza de Dimitar Rangelov colocara os da casa na frente, mas Aurélien Joachim faria a reviravolta para o Luxemburgo. Marcelinho voltou a empatar, com Ivelin Popov a devolver a liderança à Bulgária.

Breel Embolo depois de marcar o primeiro da Suiça
Breel Embolo depois de marcar o primeiro da Suiça©Getty Images

Grupo B
Suíça 2-0 Portugal

Privado por lesão de Cristiano Ronaldo, os campeões da Europa começaram a sua qualificação com uma derrota em Basileia. Breel Embolo marcou o primeiro de cabeça, depois de defesa de Rui Patrício a livre de Ricardo Rodríguez, com Admir Mehmedi a fazer o resutlado final depois de uma bela troca de passes com Haris Seferović. Nani acertou no poste, na segunda parte, com Granit Xhaka a ser expulso nos instantes finais.

Ilhas Faroé 0-0 Hungria
Apesar do forte vento, os ilhéus fizeram o melhor começo da fase de apuramento desde o empate 2-2 na caminhada rumo ao UEFA EURO 2004, frente à Escócia. Hallur Hansson acertou no poste para os da casa, no minuto 86, com os húngaros a responderem por Zoltán Stieber, que viu um remate defendido e Ákos Elek, que atirou por cima, num emotivo final.

Andorra 0-1 Letónia
A equipa da casa vai numa série de 21 jogos seguidos a perder, mas desta feita poderia ter feito bem melhor. Ludovic Clemente acertou na rede lateral da Letónia antes do intervalo, com Valērijs Šabala a aumentar a pressão para os da casa, ao marcar depois do intervalo. O final foi de nervos para Ildefons Lima, que cabeceou por cima na sequência de um canto e, a seguir, viu um remate ser defendido por Andris Vaņins, nos descontos.

Grupo H
Bósnia e Herzegovina 5-0 Estónia
Os bósnios averbaram a maior vitória da noite depois de um tento madrugador de Emir Spahić e um penalty de Edin Džeko terem mostrado o caminho na primeira parte, em Zenica. A Estónia tentava defender-se como podia, com Haris Medunjanin a fazer o 3-0, e Vedad Ibišević e Spahić a marcarem os restantes.

Romelu Lukaku festeja um dos seus golos em Chipre
Romelu Lukaku festeja um dos seus golos em Chipre©AFP/Getty Images

Chipre 0-3 Bélgica
Dois golos de Romelu Lukaku à boca da baliza deram o começo perfeito para a Bélgica, agora orientada por Roberto Martínez. O atacante marcou no ressalto após os colegas Thomas Meunier (13) e Yannick Carrasco (61) verem os seus remates parados, com Eden Hazard a assistir Carrasco para o terceiro. Michy Batshuayi falhou um penalty perto do fim, defendido por Kostas Panayi.

Gibraltar 1-4 Greece
Um belo remate de fora da área de Kostas Mitroglou deu a vantagem à Grécia no minuto dez, mas Liam Walker respondeu com um grande golo - o primeiro tento de Gibraltar na qualificação para um Mundial. No entanto, depois do autogolo de Scott Wiseman, Kostas Fortounis e Vasilis Torosidis marcaram nos instantes finais da primeira parte.

Topo