Alemanha e Escócia goleiam, Inglaterra vence nos descontos

A Alemanha começou a defesa do título mundial com uma vitória por 3-0 na Noruega, enquanto a Escócia marcou cinco em Malta e a Inglaterra, na estreia de Sam Allardyce, venceu no último minuto.

Thomas Müller festeja depois de marcar o primeiro da Alemanha frente à Noruega
Thomas Müller festeja depois de marcar o primeiro da Alemanha frente à Noruega ©AFP/Getty Images
  • Thomas Müller bisa na vitória da campeã do Mundo, Alemanha, na Noruega por 3-0
  • Escócia marca cinco em Malta, enquanto a Inglaterra ganha na Eslováquia nos descontos
  • Cazaquistão e Eslovénia empatam depois de ambas estarem a perder por 2-0
  • Jogos/resultados
  • Próximos jogos nestes grupos: Sábado, 8 de Outubro
  • Segunda-feira: o que há para ver

Grupo C
Noruega 0-3 Alemanha
A Alemanha não facilitou no começo da caminhada rumo à defesa do título mundial com uma convincente vitória em Oslo, aumentando para 24 os jogos de apuramento para o mundial sem perder. Thomas Müller, depois de não ter marcado no UEFA EURO 2016, soma já dois golos, com Joshua Kimmich a fazer o seu tento de estreia pela selecção principal.

República Checa 0-0 Irlanda do Norte
O novo seleccionador checo ‎Karel Jarolím teve uma noite de estreia difícil, pois a sua equipa não conseguiu ser eficaz na partida em Praga, em especial após a forte pressão realizada na segunda parte. Filip Novác desperdiçou a mais flagrante das ocasiões logo após a hora de jogo, com a Irlanda do Norte a resistir e assim aumentar para sete o número de jogos de qualificação sem perder.

San Marino 0-1 Azerbaijão
Ruslan Gurbanov teve um dia inesquecível ao marcar pela primeira vez na selecção, tento que valeria o segundo triunfo consecutivo fora de casa para o Azerbaijão. O jogador de 24 anos marcou de cabeça à beira do intervalo, com as esperanças dos da casa em marcarem pela primeira vez no novo Estádio San Marino a caírem quando Christian Brolli viu o cartão vermelho no minuto 52.

Grupo E
Dinamarca 1-0 Arménia
A Dinamarca averbou o primeiro triunfo em jogos oficiais sem Morten Olsen no seu comando, graças a um belo golo, fruto de um excelente trabalho de equipa. Christian Eriksen fez a diferença para a formação de Åge Hareide, ao atirar rasteiro de fora da área no minuto 17, não tendo chegado ao segundo na etapa complementar uma vez que Arsen Beglaryan defendeu uma grande penalidade.

Cazaquistão 2-2 Polónia
A Polónia parecia bem encaminhada para a vitória depois de um forte começo em Astana, com Bartosz Kapustka a marcar pela primeira vez na Qualificação Europeia, a que se seguiu um tento de penalty de Robert Lewandowski. Sergei Khizhnichenko, no entanto, tinha outras ideias, e fez o empate ao marcar em duas ocasiões, na segunda parte.

Roménia 1-1 Montenegro
Nicolae Stanciu viu um penalty ser defendido no minuto 97 e assim escapar-se a vitória num encontro que ganhou emoção na parte final, com Stevan Jovetić a empatar no minuto 87 para o Montenegro, logo após Adrien Popa ter inaugurado o marcador. O falhanço de Stanciu impediu Christoph Daum, o primeiro seleccionador estrangeiro da Roménia, de se estrear com uma vitória.

Grupo F
Eslováquia 0-1 Inglaterra

Sam Allardyce começou a sua carreira como seleccionador inglês com uma vitória, consumada apenas com o tento de estreia de Adam Lallana pelo seu país, no quinto minuto de descontos. O médio do Liverpool já havia acertado antes no poste e Theo Walcott viu um golo ser anulado, num encontro que se conjugava para uma repetição do empate 0-0 no UEFA EURO 2016, apesar da expulsão de Martin Škrtel no minuto 57.

Lituânia 2-2 Eslovénia
Tal como o Cazaquistão, a Eslovénia também se salvou de forma notável, com o capitão Boštjan Cesar a fazer o empate de cabeça, três minutos após os 90, depois de René Krhin ter começado a reacção forasteira, a 13 minutos do fim. A Lituânia viu assim esfumar-se uma vitória quase certa, depois de o capitão Fiodor Černych e do jovem Vykintas Slivka terem marcado na primeira parte, no espaço de dois minutos.

Malta 1-5 Escócia
Robert Snodgrass fez o primeiro "hat-trick" da Escócia num jogo de apuramento para o Mundial desde 1969 e ajudou a formação de Gordon Strachan a ter uma estreia em grande. O seu primeiro tento foi algo feliz e o empate chegaria por Alfred Effiong, mas Chris Martin devolveria a vantagem aos visitantes, que Snodgrass aumentaria dos 11 metros, após a expulsão de Jonathan Caruana. O entrado Steven Fletcher marcou a seguir de cabeça e Snodgrass fechou a contagem, antes ainda de Luke Gambin ter deixado os da casa com nove jogadores.

Topo