Heróis do EURO: 2000 – Savo Milošević

"Uma equipa como a nossa podia ter feito melhor", lamentou Savo Milošević ap recordar os cinco golos que marcou pela Jugoslávia na campanha no UEFA EURO 2000.

Savo Milošević depois de marcar à Noruega no UEFA EURO 2000
Savo Milošević depois de marcar à Noruega no UEFA EURO 2000 ©Getty Images

Savo Milošević foi um dos melhores marcadores do UEFA EURO 2000, com cinco golos, mas a selecção da Jugoslávia fez uma campanha mediana e acabou goleada pela co-anfitriã Holanda nos quartos-de-final.

O avançado ficou com a sensação que aquela equipa podia ter ido mais longe. "Uma equipa como a nossa poderia ter feito bem melhor", lamentou ao UEFA.com. "Predrag Mijatović, Dragan Stojković, Vladimir Jugović, Siniša Mihajlović, Dejan Stanković, Miroslav Djukić, Darko Kovačević e Ljubinko Drulović. Era uma equipa brilhante".

Fenómeno goleador
Depois de conseguir uma média de mais de um golo por jogo no Partizan, Milošević emigrou aos 21 anos e tornou-se na contratação mais cara até à época do Aston Villa, tendo marcado no triunfo na final da Taça da Liga inglesa de 1995/96. O atacante assinou pelo Saragoça em 1998 e continuou a marcar muitos golos, chegando em grande forma à fase final realizada na Bélgica e na Holanda.

Depois do EURO assinou pelo Parma por um montante que terá ronda dos 25 milhões de euros, protagonizando uma das maiores transferências do Verão de 2000, mas não conseguiu marcar tantos golos em Itália como em Espanha, onde regressaria para representar Saragoça, Espanhol, Celta e Osasuna, tendo terminado a carreira em 2008 depois de uma aventura na Rússia com o Rubin Kazan.

Savo Milošević faz o empate frente à Eslovénia
Savo Milošević faz o empate frente à Eslovénia©Getty Images

Milagre com a Eslovénia
Depois de levar a melhor sobre a Croácia na qualificação, a Jugoslávia teve de medir forças com a Eslovénia, outra antiga república jugoslava, no jogo de estreia no UEFA EURO 2000. Após uma hora de jogo em Charleroi, perdia por 3-0, depois de Siniša Mihajlović ter sido expulso. Foi nessa altura que Milošević entrou para o lugar de Darko Kovačević, tendo apontado dois golos, com Ljubinko Drulović a também marcar pelo meio, num empate emocionante.

Gosto pelo drama
Milošević voltou a marcar no jogo seguinte, um triunfo por 1-0 sobre a Noruega em que a Jugoslávia voltou a terminar reduzida a dez jogadores, com Mateja Kežman a ser expulso perto do final. Na terceira jornada foi Slaviša Jokanović que viu um cartão vermelho, quando a Jugoslávia vencia a Espanha por 3-2, mas a equipa de Vujadin Boškov consentiu dois golos em período de compensação e perdeu por 4-3.

Os jugoslavos conseguiram o apuramento graças aos golos marcados, mas poderiam ter ficado pela fase de grupos. Milošević apontou o quinto golo da fase final no encontro com a Holanda dos quartos-de-final, mas nessa altura a sua equipa perdia por 6-0 em Roterdão.

Milošević após ganhar a Taça da Liga inglesa com o Aston Villa
Milošević após ganhar a Taça da Liga inglesa com o Aston Villa©Getty Images

Nova carreira
Milošević renunciou à selecção após o Campeonato do Mundo de 2006 e, durante algum tempo, foi o jogador mais internacional do seu país, com 102 internacionalizações. Actualmente é vice-presidente da Federação Sérvia de Futebol (FSS). 

Savo Milošević é actualmente vice-presidente da Federação Sérvia de Futebol (FSS)
Savo Milošević é actualmente vice-presidente da Federação Sérvia de Futebol (FSS)©UEFA.com
Topo