Grécia escolhe Skibbe para a qualificação

Michael Skibbe, antigo treinador de Dortmund e Galatasaray, foi o escolhido para orientar a Grécia durante a fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2018.

Michael Skibbe quando era treinador do Grasshoppers
Michael Skibbe quando era treinador do Grasshoppers ©Getty Images

Michael Skibbe foi o escolhido para liderar a Grécia na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018.

O treinador alemão, de 50 anos, chegou a Atenas esta sexta-feira e assinou um contrato que se estenderá até ao Verão de 2018 caso a Grécia consiga apurar-se para a fase final na Rússia. Skibbe preenche a vaga deixada em aberto pela saída de Claudio Ranieri, em Novembro do ano passado, ao terceiro jogo da fase de qualificação helénica para o UEFA EURO 2016, no qual não vai estar presente. Kostas Tsanas foi o seleccionador-interino desde então.

"Conheço bem o futebol grego", afirmou Skibbe, que vai ter pela frente a Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Estónia e Chipe no Grupo H de apuramento do Mundial. "Foi uma enorme surpresa e um grande feito a Grécia ter vencido o UEFA EURO 2004. É uma das razões porque aceitei o desafio."

"Estou orgulhoso por assumir o leme da selecção a Grécia. É uma honra para qualquer treinador trabalhar numa selecção nacional. Quero agradecer ao presidente da federação por confiar em mim. Quero levar a Grécia ao sucesso e à fase final do Mundial de 2018. Prometo que os jogadores irão dar tudo pela equipa."

Skibbe iniciou a carreira de treinador nas camadas jovens do Schalke e do Borussia Dortmund, tendo depois assumido o cargo de técnico principal do BVB. Seguiram-se quatro anos como adjunto de Rudi Völler na selecção da Alemanha, antes de passagens por Leverkusen, Galatasaray, Eintracht Frankfurt e Grasshoppers, entre outros. Até final da época passada esteve ao comando do Eskişehirspor.

Topo