Grécia prescinde de Ranieri

A Grécia prescindiu do seleccionador Claudio Ranieri na sequência da derrota em casa por 1-0 frente às Ilhas Faroé; Kostas Tsanas assume o comando no amigável com a Sérvia.

Claudio Ranieri durante a derrota de sexta-feira, frente às Ilhas Faroé
Claudio Ranieri durante a derrota de sexta-feira, frente às Ilhas Faroé ©AFP/Getty Images

Claudio Ranieri deixou o comando da selecção da Grécia na sequência da derrota em casa frente às Ilhas Faroé, por 1-0, na sexta-feira.

Ranieri assumiu o comando da equipa em Julho, mas três derrotas em casa deixaram os gregos no último lugar do Grupo F de qualificação para o UEFA EURO 2016, com apenas um ponto. A saída do italiano foi anunciada à meia-noite de sábado pela Federação Grega de Futebol (EPO). "Claudio Ranieri e os seus colaboradores estão de licença sem vencimento até ao final de 2014. Kostas Tsanas será o seleccionador interino para o encontro particular entre Grécia e Sérvia, na terça-feira."

Tsanas é actualmente o seleccionador Sub-21, para além de também ser o responsável pelos Sub-19, que conduziu ao segundo lugar no Campeonato da Europa de Sub-19 da UEFA realizado em 2012, na Estónia.

No sábado à noite, o presidente da EPO, Giorgos Sarris, deu uma entrevista à televisão e explicou a situação: "Vamos encontrar uma forma de chegar a acordo com o Sr. Ranieri para a rescisão do contrato. Estamos ambos de acordo que a equipa necessita de uma terapia de choque. Sou o responsável por esta situação, pois fui eu que escolhi Ranieri."

"Estávamos à espera que uma vitória sobre as Ilhas Faroé nos desse tempo para nos reorganizarmos até à Primavera, mas esta derrota obrigou-nos a tomar medidas drásticas. Ainda é muito cedo para falar num sucessor."

Topo