Procedimentos para o EURO 2020 confirmados

O Comité Executivo da UEFA aprovou os regulamentos e as condições necessárias para os jogos da fase final do UEFA EURO 2020, durante a reunião desta quinta-feira, em Sófia.

O Comité Executivo da UEFA, reunido hoje em Sófia, aprovou os requisitos e regulamentos de candidatura para a fase final do UEFA EURO 2020, que será disputado em 12 cidades da Europa, depois da decisão do comité tomada em Dezembro, em Lausana.

Os encontros da fase final de 2020 vão ser divididos em 13 pacotes diferentes: 12 pacotes ordinários, que incluem três jogos da fase de grupos e um de uma ronda a eliminar (oitavos ou quartos-de-final) e um pacote para as meias-finais e final. Tanto as meias-finais como a final serão jogadas num recinto. Para mais detalhes, está disponível a Nota de Imprensa da UEFA No. 006, de 25 de Janeiro de 2013.

Cada federação é convidada a apresentar até duas candidaturas: uma para o pacote ordinário e outra para o das meias-finais/final. Cada associação pode decidir apresentar a mesma cidade para as duas candidaturas ou duas cidades diferentes. Estádios em projecto serão admitidos no processo de candidatura, mas terão que estar concluídos até 2016, situação que, a não confirmar-se, levará a que a eventual escolha possa ser revista.

Depois da aprovação dos requisitos e regulamentos de candidatura na reunião de Sófia, foi também assegurado um sistema de votação que assegura a representação de toda a Europa. O calendário para o processo de candidatura decidido pelo comité executivo em Janeiro é o seguinte:

• 26 de Abril 2013: Publicação dos regulamentos de candidatura, requisitos de candidatura e lançamento da fase de candidaturas

• 11 de Setembro de 2013: Confirmação formal da candidatura pelos candidatos

• 25 de Abril 2014: Submissão dos dossiers de candidatura

• Maio–Agosto de 2014: Avaliação e potenciais visitas ao local pela UEFA

• Setembro 2014: Anúncio das cidades-sede pelo Comité Executivo da UEFA

Outras notícias
O comité executivo ratificou também que Bósnia e Herzegovina, Portugal e Rússia são novos membros da Convenção de Árbitros da UEFA. Esta instituição visa o fortalecimento da formação dos árbitros, promover o seu papel e melhorar as estruturas da arbitragem, bem como o seu desenvolvimento na Europa.

Aprovou ainda o orçamento a fixar no XXXVII Congresso Ordinário da UEFA, a 24 de Maio de 2013, em Londres, que incluiu uma verba específica – 10 milhões de euros para as federações nacionais em três anos - para o implemento do programa de árbitros assistentes adicionais. O comité executivo finalizou o programa e agenda definitivas para o Congresso acima referido.

Foram aprovados os regulamentos das seguintes competições: edição de 2013/14 da UEFA Champions League, edição de 2013/14 da UEFA Europa League, SuperTaça Europeia de 2013, edição de 2013/14 da UEFA Women's Champions League, edição de 2013/14 da UEFA Youth League e edição de 2013/14 da UEFA Futsal Cup.

O comité aprovou ainda o Regulamento Médico da UEFA (edição de 2013) e o Regulamento Anti-Doping da UEFA (edição de 2013).

A próxima reunião do Comité Executivo da UEFA está agendada para 22/23 de Maio, em Londres, antes do XXXVII Congresso Ordinário da UEFA, no dia seguinte.

Topo