Dois golos de rajada destroçam San Marino

San Marino 0-2 Moldávia Os anfitriões resistiram 72 minutos, mas sofreram dois golos em seis minutos, que valeram a primeira vitória dos moldavos no Grupo H.

Os jogadores da Moldávia felicitam Alexandru Epureanu (No6) pelo seu golo
Os jogadores da Moldávia felicitam Alexandru Epureanu (No6) pelo seu golo ©Boris Kharchenko

Golos na segunda parte do substituto Serghei Dadu e do capitão Alexandru Epureanu deram à Moldávia um triunfo por 2-0 sobre San Marino, no Stadio Olimpico, em Serravalle - a sua primeira vitória para o Grupo H da zona europeia de apuramento para o Mundial de 2014.

Os anfitriões, que sofreram 11 golos nos seus primeiros dois jogos, resistiram até aos 72 minutos, quando Dadu abriu o activo de grande penalidade, menos de 60 segundos após ter entrado em campo. Um cabeceamento de Epureanu selou, a 12 minutos do final, um há muito esperado sucesso dos visitantes.

A Moldávia ameaçou apenas de longa distância numa primeira parte muito equilibrada e, apesar de os comandados de Ion Caras terem aumentado o ritmo na segunda parte, deveram a sua vantagem a uma falta na área de Lorenzo Buscarini sobre Vitalie Bordian na área. Dadu, que rendera Alexandru Dedov no minuto anterior, manteve a calma e rematou a contar.

Seis minutos depois, San Marino ficaria de vez arredado da discussão do resultado. Uma falha de concentração deixou Epureanu desmarcado na sequência de um canto, pelo que só teve que encostar a cabeça para o segundo tento. Fabio Vitaioli dispôs de um par de oportunidades ao cair do pano para apontar o primeiro golo de San Marino na fase de apuramento. No entanto, rematou ao lado na primeira ocasião e disparou para a defesa de Stanislav Namaşco na segunda tentativa.

A Moldávia tem agora quatro pontos em tantos jogos, enquanto San Marino continua a zero após três partidas. Ambas as equipas defrontarão Montenegro nos seus próximos compromissos para o Grupo H. San Marino joga em Montenegro a 14 de Novembro, enquanto a Moldávia recebe os montenegrinos a 22 de Março.

Topo