Decidido processo de candidatura para o UEFA EURO 2020

O processo de candidatura ao EURO 2020 foi decidido e foram aprovados os regulamentos de várias provas, após mais uma reunião do Comité Executivo da UEFA, em Istambul.

Imagem da reunião do Comité Executivo da UEFA em Istambul
Imagem da reunião do Comité Executivo da UEFA em Istambul ©UEFA.com

O Comité Executivo da UEFA concluiu na manhã desta quarta-feira, em Istambul, a sua reunião de dois dias e tomou decisões quanto ao processo de candidatura para o UEFA EURO 2020.

Um convite será enviado às 53 federações filiadas na UEFA, sublinhando as condições de critério mínimas em termos de número e capacidade dos estádios, sendo que as federações nacionais terão até 15 de Maio para manifestar o seu interesse em receber a fase final na qual participarão 24 selecções.

Caso a UEFA apenas receba uma manifestação de interesse, procederá, então, visando recolher as garantias necessárias para poder confirmar o país anfitrião da fase final.

Caso mais federações manifestem interesse em organizar o certame, a UEFA lançará, então, um processo de candidatura que demorará 18 meses, permitindo, deste modo, que os candidatos elaborem os seus dossiers de candidatura. Será, depois, desenvolvido um calendário detalhado e o próprio processo de candidatura, ficando a revelação da vencedora agendada para o final de 2013 ou início de 2014.

O Comité Executivo da UEFA rejeitou, entretanto, o pedido da Federação Galesa de Futebol (FAW) que visava que os clubes galeses que alinham nas competições inglesas se pudessem qualificar para a UEFA Europa League através da Taça do País de Gales.

O Comité Executivo da UEFA aprovou a realização de uma competição transnacional de futebol feminino envolvendo as principais equipas da Bélgica e Holanda durante um período experimental de três anos.

Foi discutido o pedido de adesão de Gibraltar e foi concordado um roteiro que inclui apoio financeiro e de formação da parte da UEFA. Este roteiro seguirá o seu curso até ao Congresso Ordinário da UEFA agendado para 2013, quando as federações filiadas votarão o pedido de adesão.

Vários outros assuntos faziam parte da agenda, tendo o Comité Executivo da UEFA aprovado, entre outros, os seguintes regulamentos:

• UEFA Champions League e UEFA Europa League para o ciclo 2012–15
• UEFA Futsal Cup de 2012/13
• UEFA Women's Champions League de 2012/13
• Regulamentos Antidoping, edição de 2012

Finalmente, Cazaquistão e Montenegro foram admitidos na Convenção de Árbitros da UEFA.

Já haviam sido entretanto anunciadas outras decisões tomadas pelo Comité Executivo da UEFA, incluindo a escolha dos estádios anfitriões das finais da UEFA Champions League e UEFA Europa League de 2014.

Topo