O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Qualificação Europeia: Países Baixos apurados; Turquia, Ucrânia e País de Gales no "play-off"

Os Países Baixos apuraram-se à custa da Noruega, enquanto Turquia, Ucrânia e País de Gales terminaram em segundo lugar.

Memphis Depay e Steven Bergwijn celebram a segunda vitória dos Países Baixos sobre a Noruega
Memphis Depay e Steven Bergwijn celebram a segunda vitória dos Países Baixos sobre a Noruega ANP Sport via Getty Images

Os Países Baixos conquistaram a última das dez vagas europeias directas para o Campeonato do Mundo, no Qatar, enquanto Turquia, Ucrânia e País de Gales vão disputar o "play-off", tal como Áustria e República Checa, que se classificaram através da UEFA Nations League.

O UEFA.com resume a acção dos últimos jogos da Jornada 10.

Quem se qualificou e quem segue para o "play-off"?

Qualificados: Bélgica, Croácia, Dinamarca, Inglaterra, França, Alemanha, Países Baixos, Sérvia, Espanha, Suíça

"Play-off": Áustria (via UNL), República Checa (via UNL), Itália, Macedónia do Norte, Polónia, Portugal, Rússia, Escócia, Suécia, Turquia, Ucrânia, País de Gales

Sorteio do "play-off": sexta-feira, 26 de Novembro


Resultados de terça-feira

Grupo D: Bósnia e Herzegovina 0-2 Ucrânia, Finlândia 0-2 França
Grupo E: República Checa 2-0 Estónia, País de Gales 1-1 Bélgica
Grupo G: Gibraltar 1-3 Letónia, Montenegro 1-2 Turquia, Países Baixos 2-0 Noruega

Países Baixos batem Noruega e Turquia aproveita

Resumo: Países Baixos 2-0 Noruega
Resumo: Países Baixos 2-0 Noruega

Os Países Baixos deixaram para os minutos finais o apuramento para o Mundial, com o forte remate de Steven Bergwijn, aos 84 minutos, a quebrar a resistência da Noruega em Roterdão. Depois, já nos descontos, o jogador do Tottenham assistiu Memphis Depay para o 2-0, resultado que empurrou os visitantes para o terceiro lugar do Grupo G. Depay e o inglês Harry Kane terminaram como melhores marcadores desta campanha, com 12 golos cada.

A Turquia caiu brevemente para o terceiro lugar da quando sofreu um golo logo aos quatro minutos em Montenegro, da autoria de Fatos Bećiraj, mas Kerem Aktürkoğlu empatou a meio da primeira parte e o primeiro golo internacional de Orkun Kökçü garantiu a vitória que de qualquer maneira daria um dos dois primeiros lugares.

Ucrânia ultrapassa Finlândia rumo ao "play-off"

Resumo: Bósnia e Herzegovina 0-2 Ucrânia
Resumo: Bósnia e Herzegovina 0-2 Ucrânia

Segunda classificada no arranque da jornada, a Finlândia teve uma péssima noite em Helsínquia, no jogo em que Teemo Pukki cumpria a 100ª internacionalização. Karim Benzema e Kylian Mbappé marcaram na parte final e deram à França, vencedora do Grupo D, uma vitória por 2-0 que permitiu à Ucrânia chegar ao segundo posto.

A formação de Leste sabia que um triunfo dava o apuramento desde que a Finlândia perdesse, e assim aproveitou ao máximo as oportunidades que teve na Bósnia e Herzegovina. O remate de Olexandr Zinchenko inaugurou o marcador para os visitantes à passagem dos 60 minutos, cabendo ao suplente Artem Dovbyk selar o resultado final.

Outros destaques

  • O golo de Kieffer Moore valeu ao País de Gales um ponto na recepção à Bélgica, após Kevin De Bruyne ter inaugurado o marcador para o vencedor do Grupo E. O empate garantiu o segundo lugar para a equipa comandada por Rob Page.
  • O resultado do País de Gales condenou a República Checa ao terceiro lugar do grupo, apesar dos golos de Jakub Brabec e Jan Sýkora terem garantido uma vitória por 2-0 sobre a Estónia. No entanto, juntamente com a vizinha Áustria, os checos foram confirmados no "play-off". Fazem-no como um dos dois melhores vencedores de grupo no "ranking" geral da UEFA Nations League 2020/21 entre as equipas que não se apuraram como vencedores de grupos na Qualificação Europeia, ou que não chegam ao "play-off" como segundos classificados da fase de grupos na Qualificação Europeia.

Resultados de segunda-feira

Grupo C: Irlanda do Norte 0-0 Itália, Suíça 4-0 Bulgária
Grupo F: Áustria 4-1 República da Moldávia, Israel 3-2 Ilhas Faroé, Escócia 2-0 Dinamarca
Grupo I: Albânia 1-0 Andorra, Polónia 1-2 Hungria, San Marino 0-10 Inglaterra

Suíça rouba brilho à Itália

Resumo: Suíça 4-0 Bulgária
Resumo: Suíça 4-0 Bulgária

A campeã europeia Itália terá de passar pelo "play-off" se quiser chegar à fase final do Mundial, após o nulo na Irlanda do Norte ter aberto caminho para a subida da Suíça ao topo do Grupo C, graças a uma vitória por 4-0 sobre a Bulgária. A Suíça estava atrás dos "azzurri" devido aos golos marcados e na diferença de golos, mas logo no recomeço, Xherdan Shaqiri (a cumprir a 100ª internacionalização) cruzou para Noah Okafor abrir a contagem e colocar os helvéticos em primeiro, cabendo a Ruben Vargas, Cédric Itten e Remo Freuler construírem a goleada que deu uma reviravolta inesperada no último jogo.

Kane marca quatro em goleada da Inglaterra

Resumo: San Marino 0-10 Inglaterra
Resumo: San Marino 0-10 Inglaterra

A Inglaterra desvaneceu quaisquer dúvidas em relação ao apuramento quando Harry Maguire marcou frente a San Marino logo aos seis minutos, e como a Polónia se resignou a terminar em segundo no Grupo I, Harry Kane aproveitou para brilhar. Marcou o seu quinto "hat-trick" pela selecção no espaço de 13 minutos na primeira parte, adicionando mais um e elevando a sua conta pessoal por Inglaterra para 48 golos, igualando Gary Lineker, outro ídolo do Tottenham. Emile Smith Rowe e Tyrone Mings estrearam-se a marcar e também contribuíram para uma goleada por 10-0.

Outros destaques

  • O último registo 100% vitorioso nesta fase de qualificação terminou em Hampden Park, com a Dinamarca, vencedor do Grupo F, a perder com a Escócia, segunda classificada. John Souttar, defesa-central do Heart of Midlothian, estreou-se a marcar pela selecção com um cabeceamento na primeira parte e o suplente Ché Adams fez o 2-0 na etapa complementar.
  • Com os quatro golos marcados a San Marino, o total de Kane nesta campanha é de 12 golos, e com o polaco Robert Lewandowski e o israelita Eran Zahavi em branco, só o neerlandês Memphis Depay (atualmente com 11) pode impedir Kane de se sagrar melhor marcador desta Qualificação Europeia.

Resultados de domingo

Grupo A: Luxemburgo 0-3 República da Irlanda, Portugal 1-2 Sérvia
Grupo B: Grécia 1-1 Kosovo, Espanha 1-0 Suécia
Grupo H: Croácia 1-0 Rússia, Malta 0-6 Eslováquia, Eslovénia 2-1 Chipre
Grupo J: Arménia 1-4 Alemanha, Liechtenstein 0-2 Roménia, Macedónia do Norte 3-1 Islândia

Mitrović afunda Portugal à beira do fim e apura a Sérvia

Resumo: Portugal 1-2 Sérvia
Resumo: Portugal 1-2 Sérvia

Um golo de cabeça de Aleksandar Mitrović, aos 90 minutos, garantiu à Sérvia o primeiro lugar no Grupo A e o consequente apuramento directo para a fase final do Mundial, num jogo em que um empate bastava a Portugal para confirmar o lugar cimeiro.

A selecção portuguesa – que nunca tinha perdido com a Sérvia – até parecia caminhar para uma noite tranquila quando Renato Sanches abriu o activo logo aos dois minutos. Mas os visitantes assumiram o comando do encontro, dominaram a primeira parte e, depois de Dušan Vlahović ter enviado uma bola ao poste, Dušan Tadić restabeleceu, com justiça, a igualdade aos 33 minutos num remate que ainda desviou em Danilo.

O golo da vitória surgiu, depois, de forma dramática, quando Mitrović deu o melhor seguimento a um cruzamento largo de Tadić para o segundo poste, relegando para o "play-off" uma selecção portuguesa que, pela primeira vez desde Outubro de 2013, não ganhou um jogo em casa em fases de qualificação para o Campeonato do Mundo.

Morata confirma qualificação da Espanha

Resumo: Espanha 1-0 Suécia
Resumo: Espanha 1-0 Suécia

Um golo tardio do suplente Álvaro Morata permitiu à Espanha vencer a Suécia e confirmar o primeiro lugar do grupo, remetendo os nórdicos para o "play-off". A Espanha dominou a posse de bola, mas foram os visitantes que tiveram as melhores oportunidades de golo, com Emil Forsberg a rematar duas vezes ao lado.

Um empate bastava à Espanha, que atingiu todas as fases finais de provas de selecções desde 1978, e a dada altura a Suécia procurou inspiração em Zlatan Ibrahimović, de 40 anos, que começou como suplente. Ao invés, foi outro suplente a decidir, no caso Morata, que na sua 50ª internacionalização colocou Sevilha em êxtase na recarga a um remate de Dani Olmo à barra.

Rússia traída por autogolo

Resumo: Croácia 1-0 Rússia
Resumo: Croácia 1-0 Rússia

A Croácia ultrapassou a Rússia e venceu o Grupo H, garantindo assim um lugar no no torneio do próximo ano graças a um autogolo de Fedor Kudryashov, apontado perto do fim. Os visitantes precisavam apenas de um ponto para confirmar o primeiro lugar e pareciam destinados a garanti-lo depois de uma exibição defensiva sólida que não deixou os croatas criarem lances de grande perigo junto da baliza de Matvei Safonov. No entanto, numa altura em que os comandados de Zlatko Dalić pareciam destinados ao "play-off", o infeliz Kudryashov desviou para dentro da sua própria baliza um cruzamento de Borna Sosa, desde a esquerda, para gáudio dos adeptos da casa.

Outros destaques

Resumo: Macedónia do Norte 3-1 Islândia
Resumo: Macedónia do Norte 3-1 Islândia
  • Macedónia do Norte, Roménia e Arménia ainda estavam na luta pelo lugar de acesso ao “play-off” do Grupo J, mas foi a primeira a levar a melhor na corrida graças a uma vitória categórica sobre a Islândia. Eljif Elmas foi o herói dos anfitriões ao marcar dois golos após o tento inicial de Ezgjan Alioski ter sido anulado por Jón Dagur Thorsteinsson depois do intervalo.
  • A Roménia pode ter falhado o “play-off”, mas fez história quando o suplente Enes Sali se tornou no jogador mais jovem de sempre a actuar num jogo oficial de selecções europeias com 15 anos e 264 dias.
  • A Alemanha, vencedora do Grupo J, somou o 18º triunfo fora seguido em eliminatórias para o Mundial, com İlkay Gündoğan a marcar dois dos golos numa vitória confortável na Arménia.
Classificações

Conteúdos relacionados