Portugal apurado, Inglaterra e França impressionam

O 99º golo de Cristiano Ronaldo por Portugal selou o apuramento do campeão europeu, com a Inglaterra e a França a terminarem com triunfos.

Cristiano Ronaldo ajudou Portugal a apurar-se para a fase final
AFP via Getty Images

Grupo A

Kosovo 0-4 Inglaterra
A já qualificada Inglaterra marcou três golos tardios e terminou a sua campanha de apuramento para o UEFA EURO 2020 da melhor forma possível, em Pristina. A boa finalização de Harry Winks na primeira parte colocou os ingleses no caminho certo, mas o encontro só ficou resolvido a 11 minutos do fim, quando Harry Kane igualou o recorde de 12 golos pela Inglaterra num mesmo ano. Os substitutos Marcus Rashford e Mason Mount fecharam a contagem nos minutos finais.

Harry Kane aumenta a vantagem inglesa no Kosovo
Harry Kane aumenta a vantagem inglesa no KosovoGetty Images

Bulgária 1-0 República Checa
Vasil Bozhikov deu o melhor seguimento de cabeça ao excelente livre apontado por Kiril Despodov pouco depois do reatamento, com a Bulgária a conseguir a sua única vitória na fase de grupos. A já apurada República Checa dominou quase sempre a partida, com os anfitriões a optarem por jogar numa toada de contra-ataque. Tomáš Souček teve várias oportunidades para facturar e Martin Doležal teve tudo para empatar na recta final, mas a Bulgária aguentou firme.

Grupo B

Luxemburgo 0-2 Portugal
O golo 99 de Cristiano Ronaldo por Portugal deu a estocada final no Luxemburgo e garantiu o apuramento do campeão europeu para o UEFA EURO 2020. O Luxemburgo deu muita luta, travando o ritmo de Portugal e ameaçando no contra-ataque, mas o momento de viragem aconteceu pouco antes do intervalo. Bruno Fernandes foi desmarcado na perfeição Bernardo Silva e atirou a contar, antes Ronaldo empurrar para o fundo da baliza após um lance de Diogo Jota e acabar com todas as dúvidas.

Sérvia 2-2 Ucrânia 
A Ucrânia salvou um dramático empate através de um golo nos descontos de Artem Besedin, num resultado que lhe permitiu terminar o Grupo B sem qualquer derrota e, ao mesmo tempo, terminar com toda e qualquer esperança da Sérvia em apurar-se directamente. Os anfitriões estiveram por duas vezes em vantagem através de um penalty madrugador de Dusan Tadić e de uma finalização perfeita de Aleksandar Mitrović no reatamento, com Roman Yaremchuk a fazer, de cabeça, o outro golo ucraniano.

Artem Besyedin festeja o golo do empate da Ucrânia
Artem Besyedin festeja o golo do empate da Ucrânia AFP via Getty Images

Group H

Albânia 0-2 França
Antoine Griezmann garantiu o primeiro lugar do Grupo H para a França com uma exibição de classe em Tirana. A estrela do Barcelona ofereceu o primeiro golo e marcou ele próprio o segundo, ambos na primeira parte, com Olivier Giroud a ver o guarda-redes Etrit Berisha e o poste negarem-lhe o golo.

Corentin Tolisso deu à França uma vantagem madrugadora
Corentin Tolisso deu à França uma vantagem madrugadoraAFP via Getty Images

República da Moldávia 1-2 Islândia
A Islândia logrou adiantar-se no marcador logo aos 17 minutos, quando Birkir Bjarnason deu o melhor seguimento à assistência de Mikael Anderson. Nicolae Milinceanu ainda conseguiu empatar, mas Gylfi Sigurdsson restaurou o vantagem islandesa. O mesmo jogador teve oportunidade para bisar na recta final do encontro, mas viu o guardião Alexei Koşelev defender a sua grande penalidade.

Andorra 0-2 Turquia
Dois golos na primeira parte de Enes Ünal permitiram à Turquia encerrar a sua campanha de forma perfeita. Os visitantes, que procederam a oito alterações em relação à equipa que tinha selado o apuramento na quinta-feira, tiveram sempre o jogo sob controlo. Enes Ünal desviou para o fundo da baliza o cruzamento de Ömer Bayram, antes de converter um penalty a castigar uma falta sobre si cometida por Josep Gomes.

Topo