Jogos de qualificação para o EURO: principais destaques

Os 20 apurados automaticamente ficam conhecidos até terça-feira: olhamos para toda a acção.

Gareth Bale espera liderar o País de Gales ao apuramento para o UEFA EURO 2020
Getty Images

Tudo para decidir em Cardiff

Vamos ter uma autêntica final em que só a vitória interessa no Cardiff City Stadium, com o País de Gales e Hungria a lutarem cara-a-cara pelo derradeiro lugar de apuramento automático no Grupo E. Os visitantes estão para já no segundo lugar, com mais um ponto do que os galeses, mas não se podem dar ao luxo de empatar, uma vez que a Eslováquia ainda também ainda está na corrida. "Estamos em boa posição," disse o seleccionador galês, Ryan Giggs, que espera poder contar na equipa titular com as estrelas Gareth Bale e Aaron Ramsey para aquele que será o jogo mais importante do seu reinado ao leme da selecção até ao momento. "Os astros estão alinhados para termos um grande jogo na terça-feira."

Grupo E: Croácia (17), Hungria (12), País de Gales (11), Eslováquia (10), Azerbaijão (1)
Terça-feira: País de Gales - Hungria, Eslováquia - Azerbaijão

Conseguirá Zahavi superar Kane?

“Hat-trick” de Zahavi abate Áustria
“Hat-trick” de Zahavi abate Áustria

Healy, Huntelaar, Lewandowski ... sabe o que têm em comum? Foram, todos eles, melhores marcadores de fases de qualificação para o EURO, claro está. Nesta campanha de qualificação a luta por este “título” foi mais apertada do que nunca, tendo Harry Kane mais um golo o que Cristiano Ronaldo e do que o israelita Eran Zahavi. Portugal e Inglaterra já disputaram todos os seus jogos, pelo que Zahavi tem a oportunidade de ficar na frente. O avançado de 32 anos tem mostrado forte veia goleadora desde que se mudou para a China, em 2016, somando uma média de um golo por jogo!

Grupo G: Polónia (22), Áustria (19), Eslovénia (14), Macedónia do Norte (11), Israel (11), Letónia (0)
Terça-feira: Polónia - Eslovénia, Letónia - Áustria, Macedónia do Norte - Israel

Conseguirá a Bélgica fazer dez em dez?

A turma de Roberto Martínez tem estado irrepreensível nesta fase de qualificação, “passeando” por um grupo que à partida poderia ter um ou dois embates mais traiçoeiros. A Rússia também impressionou, mas a facilidade com que a Bélgica a bateu em São Petersburgo no sábado (somando a sua 14ª vitória seguida em fases de qualificação) foi impressionante. "Os irmãos Hazard mostraram-nos como se joga," escreveu o site russo Sport24.ru depois desse 4-1. Um triunfo na recepção a Chipre permitirá à Bélgica, pela primeira vez na sua história, terminar uma campanha de qualificação com 100 por cento de vitórias. Não há muito mais a dizer perante esses números.

Grupo I: Bélgica (27), Rússia (21), Escócia (12), Chipre (10), Cazaquistão (10), San Marino (0)
Terça-feira: Bélgica - Chipre, San Marino - Rússia, Escócia - Cazaquistão

Irlanda do Norte à procura de recuperar o moral

A desilusão foi grande na Irlanda do Norte no sábado, depois de Steven Davis ter falhado um penalty e de a sua selecção não ter ido assim além de um empate frente à Holanda que ditou o adeus à luta pelo apuramento. Os pupilos de Michael O'Neill vão disputar o “play-off” e não haverá certamente melhor forma de ganhar moral para essa etapa do que bater a Alemanha, selecção que não vencem desde 1983. "Levamos muita coisa positiva desde grupo de qualificação," frisou O'Neill, lembrando as quatro vitórias somada pela equipa em sete jogos de qualificação até ao momento.

Grupo C: Alemanha (18), Holanda(16), Irlanda do Norte (13), Bielorrússia (4), Estónia (1)
Terça-feira: Alemanha - Irlanda do Norte, Holanda - Estónia

Topo