Qualificação para o EURO 2020: Espanha e Itália entram a vencer

Espanha, Itália e Suíça foram alguns dos vencedores deste Sábado, enquanto Malta terminou com uma série de 30 jogos sem vencer na qualificação para o EURO.

Sergio Ramos deu o triunfo à Espanha com uma grande penalidade.
©Getty Images

GRUPO D

Geórgia 0-2 Suíça
Os finalistas da UEFA Nations League tiveram de suar, mas uma mudança táctica ao intervalo em Tbilissi deu resultado. Steven Zuber provou que está em boa forma e inaugurou o marcador antes da hora de jogo, com um remate que passou por onde parecia muito difícil. Denis Zakaria confirmou o triunfo a dez minutos do final, numa recarga oportuna após remate de Albian Ajeti.

©Sportsfile

Gibraltar 0-1 República da Irlanda
Após o nulo na primeira parte, Darren Randolph fez uma bela defesa para negar o golo ao capitão anfitrião Roy Chipolina, e pouco depois Jeff Hendrick aproveitou um passe de David McGoldrick para dar os três pontos à Irlanda.

GRUPO F

©AFP/Getty Images

Suécia 2-1 Roménia
A Suécia resistiu a um susto da Roménia na segunda parte e começou a campanha de apuramento da melhor forma. Os anfitriões chegaram ao intervalo em vantagem graças aos golo de Robin Quaison e Viktor Claesson. O suplente Claudiu Keșerü reduziu a desvantagem após o reinício, mas os visitantes não conseguiram materializar o domínio da segunda parte num empate.

Espanha 2-1  Noruega
Apesar de ter criado inúmeras oportunidades na primeira parte, Rodrigo, a jogar em casa em Valência, foi o único que conseguiu marcar antes do intervalo. Joshua King empatou de grande penalidade a meio do segundo tempo, mas Sergio Ramos respondeu da mesma forma e deu o triunfo à Espanha. Foi o quinto golo do capitão nos últimos cinco jogos pela selecção espanhola.

©Domenic Aquilina

Malta 2-1 Ilhas Faroé
Malta terminou com 30 jogos e 12 anos sem vitórias em qualificações para o EURO graças a um cabeceamento de Kyrian Nwoko e uma grande penalidade de Steve Borg. Logo após a hora de jogo, o guarda-redes maltês, Henry Bonello, negou o empate a Brandur Hendriksson na conversão de uma grande penalidade que tinha originado a expulsão de Andrei Agius. Jákup Thomsen marcou o golo de honra dos nórdicos ao cair do pano.

GRUPO J

Bósnia e Herzegovina 2-1 Arménia
Edin Džeko tornou-se no primeiro bósnio a atingir as 100 internacionalizações, mas foi Rade Krunić quem marcou de cabeça após um canto de Miralem Pjanić. Perto do final, Deni Milošević estreou-se a marcar pela selecção a cruzamento de Edin Višća, mas depois jogou a bola com a mão e permitiu a Henrikh Mkhitaryan reduzir de grande penalidade.

©AFP/Getty Images

Itália 2-0 Finlândia
Nicolò Barella e Moise Kean marcaram os primeiros golos na selecção e permitiram à Itália bater a Finlândia, o primeiro triunfo nos últimos sete jogos caseiros. O forte remate de Barella tranquilizou os "azzurri" e Kean aumentou a vantagem. O suplente Fabio Quagliarella acertou na trave no seu regresso à selecção italiana.

Liechtenstein 0-2 Grécia
Os visitantes conseguiram vencer em Vaduz graças a dois excelentes golos. Kostas Fortounis abriu a contagem com um remate de primeira pouco antes do intervalo e o suplente Anastasios Donis marcou com um belo disparo no segundo tempo.

Topo