O que nos espera nos jogos de sábado do EURO

Inglaterra e Áustria podem ser as primeiras selecções a apurar-se para o UEFA EURO 2016, enquanto Espanha e Suíça pensam em desforrar-se de derrotas anteriores.

Imagem de Wayne Rooney no treino de quinta-feira da selecção inglesa
©AFP/Getty Images
Resumo: Eslováquia - Espanha
Resumo: Eslováquia - Espanha

Grupo C
Espanha quer desforra
Poucos teriam questionado a previsão de que uma das equipas chegaria a esta fase da prova com um registo 100 por cento vitorioso. No entanto, maior seria a oposição à ideia de que esse conjunto seria a Eslováquia. Quando as duas selecções se encontraram em Outubro do ano passado, ocorreu uma das surpresas desta fase de apuramento, mas com os defesas-centrais Martin Škrtel e Juraj Kucka suspensos, uma repetição de resultado em Oviedo seria ainda mais improvável.
Espanha - Eslováquia – 19h45 (de Portugal Continental)

Ucrânia aponta aos dois primeiros lugares
O seleccionador da Bielorrússia, Aleksandr Khatskevich, resumiu tudo de forma correcta, ao dizer: "Precisamos dos três pontos. A Ucrânia também precisa dos três pontos, pelo que o empate não servirá a ninguém." Mais rigoroso ainda, a Bielorrússia precisa de um verdadeiro milagre caso queira anular a diferença de oito pontos para a Ucrânia, que ocupa o terceiro lugar. Com as primeiras duas classificadas, Eslováquia e Espanha, a defrontarem-se noutro local, a Ucrânia vê esta ocasião como a oportunidade de se aproximar dos lugares de apuramento directo e, em casa, são um adversário formidável: a equipa de Serhiy Rebrov venceu seis dos últimos oito jogos oficiais disputados perante o seu público, tendo sofrido apenas dois golos.
Ucrânia - Bielorrússia – 17h00

Poderá o Luxemburgo operar uma surpresa?
O Luxemburgo conseguiu, pelo menos, uma vitória em cada uma das suas últimas quatro fases de apuramento para as competições internacionais e esta será, talvez, a sua melhor oportunidade de conseguir uma desta vez. O golo de Besart Abdurahimi nos descontos decidiu o primeiro encontro entre as duas equipas, com a ARJ da Macedónia a vencer por 3-2, que continuam a ser os únicos pontos no Grupo C. Por sua vez, o Luxemburgo perdeu todos os cinco encontros de apuramento desde que iniciou a campanha com um empate caseiro (1-1) com a Bielorrússia.
Luxemburgo - ARJ da Macedónia – 17h00

Grupo E
Rooney na mira de recorde inglês
Geoff Hurst surge já longe no espelho retrovisor, Alan Shearer também já foi ultrapassado há algum tempo, algo que também já aconteceu relativamente a Michael Owen e Jimmy Greaves. Um golo frente a San Marino e Rooney ultrapassará Gary Lineker e igualará o recorde de Bobby Charlton de 49 golos marcados pela selecção inglesa; caso marque por duas vezes, tornar-se-á no primeiro inglês a chegar à meia-centena. Será a 106ª internacionalização de Rooney - proeza igual à de Bobby Charlton.
San Marino - Inglaterra - 19h45

Suíça e Eslovénia em jogo decisivo
A Inglaterra conquistará um dos primeiros dois lugares do Grupo E com uma vitória no sábado, e o encontro determinará praticamente quem acompanhará os ingleses. Uma derrota em Maribor deixou, à segunda jornada, a Suíça no último lugar do grupo, mas, desde então, os helvéticos venceram quatro encontros consecutivos e têm agora mais três pontos que a Eslovénia. Crucialmente, também terão que voltar a defrontar a Inglaterra, pelo que este jogo poderá ser um daqueles exemplos em que o vencedor terá uma noite em cheio.
Suíça - Eslovénia – 19h45

Honra báltica em jogo
Lituânia e Estónia ainda sonham com o terceiro lugar, actualmente na posse da Eslovénia, mas, para o lituano Deividas Česnauskis, este encontro tem um significado ainda maior. Česnauskis tem grandes recordações de defrontar a Estónia, pois marcou no triunfo por 5-2 em jogo da Taça do Báltico 2001, na sua primeira internacionalização.
Estónia - Lituânia – 17h00

Grupo G
Suécia com informação privilegiada
O médio do CSKA Moskva, Pontus Wernbloom, estará no centro das atenções quando a Suécia se prepara para defrontar uma Rússia dirigida pelo também treinador do seu clube, Leonid Slutski. "Slutski dará maior criatividade aos seus jogadores e acho que isso será bom para os russos", indicou Wernbloom. "Seria óptimo vencer um jogo como este e regressar à Rússia depois disso. Depois, poderei mesmo espicaçá-los." O capitão Zlatan Ibrahimović também está ansioso por participar no jogo, depois de ter falhado o primeiro encontro entre os dois conjuntos no Grupo G devido a lesão. "Quero levar esta selecção ao EURO", disse.
Rússia - Suécia – 17h00

Será a Áustria a primeira a apurar-se?
Se a Rússia não conseguir vencer a Suécia mais cedo, a Áustria poderá assegurar o seu lugar no UEFA EURO 2016 se somar os três pontos com a República da Moldávia e todos os sinais indicam que certamente farão a sua parte. A equipa de Marcel Koller vence há cinco jogos consecutivos e não sofre golos há quatro partidas oficiais.
Áustria - Rep. Moldávia – 19h45

Liechtenstein 3-22 Montenegro (oportunidades)
Liechtenstein 3-22 Montenegro (oportunidades)

A melhor campanha do Liechtenstein?
Montenegro fez 28 remates contra três do Liechtenstein, quando as duas selecções se defrontaram em Vaduz. No entanto, a partida terminou com um 0-0. A equipa de Branko Brnović nunca recuperou e perdeu os quatro jogos que se seguiram, empatando o outro. À partida para este reencontro, as duas selecções estão empatadas nos cinco pontos e nova vitória do Liechtenstein representaria a melhor campanha de apuramento para um EURO de sempre. Mais assinalável ainda, poderá ditar um duelo com a Rússia pelo terceiro lugar.
Montenegro - Liechtenstein – 19h45

Topo