O melhor do "play-off" do UEFA EURO 2016

A maldição resolvida pela Ucrânia, o brilho do filho favorito da Suécia e as famosas calças de fato de treino que Gábor Király pode levar a França: o UEFA.com analisa seis dias emocionantes.

Gábor Király celebra chegada à fase final pela Hungria
©AFP/Getty Images
  • Hungria, Irlanda, Suécia e Ucrânia completam alinhamento da fase final com vitórias no "play-off"
  • Sorteio da fase final é às 17h00 (de Portugal Continental) de 12 de Dezembro, em Paris
  • O que pensa das nossas selecções? Debata no Twitter com o @EuroQualifiers usando #EURO2016

Houve 268 jogos de qualificação, mais o "play-off", para o UEFA EURO 2016 e pode ver todos os resumos.

Jogador: Gábor Király (Hungria)
A Hungria venceu por 1-0 na Noruega graças a uma série de boas defesas de um guarda-redes envergando as suas famosas calças de fato de treino. Durante o “play-off”, Király tornou-se no segundo jogador a fazer 100 jogos pelos “magiares”. A completar 40 anos a 1 de Abril do próximo ano, Király vai tornar-se no primeiro homem na quinta década de existência a participar numa fase final do UEFA EURO caso jogue no próximo Verão.

Resumo: Veja a Hungria qualificar-se
Resumo: Veja a Hungria qualificar-se

Equipa: “Onze” do
UEFA.com no “play-off”:
Király (HUN); Shevchuk (UKR), Cesar (SVN), Keogh (IRL), Fedetskiy (UKR); Yarmolenko (UKR), McCarthy (IRL), Forsberg (SWE), Seleznyov (UKR); Walters (IRL), Ibrahimović (SWE).
Golo: Zlatan Ibrahimović (Suécia)

Golo: Zlatan Ibrahimović (Suécia)
“Foi fantástico ver o Zlatan marcar aquele livre directo para o fundo das redes”, regozijou-se o seleccionador Erik Hamrén no momento em que recordou o pontapé do avançado do Paris Saint-Germain – o golo diante da Dinamarca que ajudou a carimbar o lugar da Suécia no UEFA EURO 2016. “O que se pode dizer? Ele é como da família, e eu adoro-o.”  

Resumo: Bis de Walters apura Irelanda
Resumo: Bis de Walters apura Irelanda

Número: 15
"Hoje foi difícil ir à conferência de imprensa”, disse Morten Olsen enquanto confirmava o final de 15 anos como seleccionador da Dinamarca - uma das presenças mais longas no cargo da história europeia - que terminou após a eliminação da sua equipa. “É realmente doloroso terminar desta forma. É uma pena não irmos ao EURO. A responsabilidade é minha.”

Feliz à sexta tentativa: Ucrânia
A Ucrânia perdeu com a Eslovénia no “play-off” do UEFA EURO 2000 e falhou nas quatro tentativas equivalentes de apuramento para o Campeonato do Mundo, pelo que tinha razões para temer ao ficar em desvantagem em Maribor, depois de ter vencido por 2-0 em casa. Todavia, os homens de Mykhailo Fomenko mostraram uma calma impressionante e atingiram a fase graças ao empate 1-1.      

Frase: "Não merecemos mais do que isto depois da forma como nos exibimos... Quem sabe se haveremos de disputar algum EURO?"
Edin Džeko não poupa nas palavras após a Bósnia e Herzegovina perder na segunda-feira, por 2-0, na República da Irlanda.

Foto: Dick Redmond, técnico de equipamentos da Irlanda, revela a sua identidade secreta de super-herói...

©Sportsfile
Topo