O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Estreante Nikolić inspira Hungria em vão

Hungria 2-0 Andorra
Os primeiros golos de Nemanja Nikolić pela Hungria valeram a vitória por 2-0 no derradeiro jogo do Grupo D, insuficiente para chegar ao "play-off".

Ádám Szalai, da Hungria, disputa o lance com Marcio Vieira, de Andorra
Ádám Szalai, da Hungria, disputa o lance com Marcio Vieira, de Andorra ©AFP/Getty Images

Uma estreia a marcar de Nemanja Nikolić deu à Hungria uma vitória por 2-0 no derradeiro jogo do Grupo D de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014, insuficiente para assegurar um lugar no "play-off".

A Hungria olha agora com desgosto para o golo sofrido frente à Roménia no último minuto, em Março passado, que transformou em empate uma vitória que parecia certa, naquele que constituiu o momento que definiu o desfecho da sua campanha de qualificação. O jogo contra Andorra tinha subjacente um mau presságio relativamente ao que estava para vir. É verdade que a Hungria venceu, mas o sucesso da Roménia sobre a Estónia, por 2-0, deu-lhe o segundo lugar no grupo.

A primeira parte foi monótona, mas ambas as equipas regressaram do intervalo com maior vigor. Cristian Martínez esteve perto de dar uma surpreendente vantagem à selecção de Andorra, mas o seu remate rasteiro, a cerca de 20 metros da baliza, saiu ao lado. A Hungria, que foi mais forte como se previa durante largos períodos do jogo, depressa capitalizou esse domínio, com Nikolić a cabecear ao ângulo direito da baliza um cruzamento da esquerda vindo de Balázs Dszudszák.

Vladimir Koman podia ter aumentado a vantagem da equipa da casa, mas no momento em que já tinha escapado à armadilha do fora-de-jogo rematou ao lado do poste direito da baliza de Andorra. No entanto, seria depois Nikolić a obrigar Lima a um corte que levou a bola a passar sobre o guarda-redes Ferran Pol e para o fundo da baliza, depois de mais um cruzamento perigoso da esquerda de Dzsudzsák. A agonia de Andorra seria ainda acentuada perto do fim, quando Moises San Nicolas foi expulso por acumulação de amarelos.